Clicky

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/04/2021 ... Convergência Digital

A Huawei ainda aguarda a publicação dos requisitos que o governo federal quer ver na rede privativa de comunicações, que será financiada com o leilão do 5G, para definir se tem ou não espaço para participar. 

Como afirmou nesta terça, 6/4, o diretor de cibersegurança e soluções da fabricante chinesa na América Latina, Marcelo Motta, o divulgado até agora não deixa claro eventuais limites ou impedimentos. 

“No que diz respeito à rede privativa, existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros. Quem adquire a rede coloca requisitos, mas à medida que os requisitos estejam claros a gente pode avaliar nossa condição de participar ou não.”

O diretor da Huawei participou de reunião do Grupo de Trabalho sobre a implantação do 5G no Brasil, ao lado de representantes das outras fornecedoras de equipamentos de rede, Ericsson, Nokia e Samsung. 

Ele insistiu que “existe aderência dos fornecedores a requisitos de segurança cibernética e isso vale para quaisquer redes. Estamos aguardando os requisitos da rede privativa para avaliar nossa participação”. 

A portaria 1.924 do Ministério de Comunicações traz diferentes obrigações para o leilão do 5G, inclusive a “implantação de uma Rede Privativa de Comunicação da Administração Pública Federal”. 

Essa portaria diz essa rede deve usar “equipamentos projetados, desenvolvidos, fabricados ou fornecidos por empresas que observem padrões de governança corporativa compatíveis com os exigidos no mercado acionário brasileiro”.

Tal definição, na prática, não impede a Huawei de participar da rede privativa, a não ser que seja normatizada como exigência de ações na B3. Como essa restrição não existe na legislação sobre licitações no Brasil, difícil vingar. Assistam a posição da Huawei, através da participação do seu executivo Marcelo Motta, no GT 5G da Câmara Federal.


Internet Móvel 3G 4G
TIM cansa de esperar teles e faz carreira solo na carteira digital

"Continuo achando que o negócio seria muito melhor se todas estivessem juntas e nossa plataforma é aberta. Se elas quiserem vir, estamos prontos para receber", afirmou o CEO Pietro Labriola. A TIM não teme a competição do WhatsApp. Expectativa é ter a carteira digital ainda neste semestre.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

STF derruba lei municipal que impedia antena de celular a 100 metros de residências

Sob a justificativa de impedir exposição a campos eletromagnéticos, Lei de Valinhos (SP), de 2018, proibia infraestrutura de telecomunicações próximas a casas, parques, jardins e áreas de preservação. 

CADE aprova compra de torres da Vivo pela American Tower

Transação, anunciada em janeiro, prevê a aquisção das torres da Telefónica (Vivo) no Brasil, Espanha, Alemanha, Argentina, Chile e Peru pelo valor de 7,7 bilhões de euros. Transação foi questionada por concorrentes.

Algar é autorizada a emitir R$ 1,5 bi em debêntures incentivadas. BTG investe na área

Depois de a TIM ser autorizada a captar R$ 5,7 bilhões chegou a vez da operadora, com sede em Uberlândia. E liberação de recursos fez o BTG criar o o Fundo Incentivado de Investimento em Infraestrutura (FI-Infra).

T-Mobile já demitiu 5 mil empregados desde a compra da Sprint

Nos Estados Unidos, telefonia móvel encolheu de quatro para três empresas de abrangência nacional com a compra da quarta operadora.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G