Home - Convergência Digital

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Ana Paula Lobo* - 25/11/2020

O salário no ramo de serviços em tecnologia da informação (TI) no Brasil cresceu 17% em um período de dez anos (entre 2009 e 2019). O desempenho é superior à evolução de 12,5% registrada no total da economia, no mesmo período. Os dados são da mais recente edição "Insight Report 2020 - Panorama do Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação", estudo realizado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação no Paraná (Assespro-Paraná) em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Com esse aumento, o salário médio no ramo de serviços em TI encerrou o último ano em R$ 4.849,00 mensais, no Brasil. São Paulo registra uma média maior: R$ 6.061. Depois temos o Rio de Janeiro com R$ 4.699 e Brasília com R$ 4.647. As diferenças salariais se acentuam nas região Norte e Nordeste. Em Sergipe, por exemplo, a média salarial em TI é de R$ 1.943. No Amapá, R$ 2.180 e em Goiás, no Centro-Oeste o valor médio é de R$ 2.764. 
   
Em que pesem os bons resultados acumulados em um decênio, o salário médio do ramo de serviços em TI não deixou de sofrer efeitos da crise econômica, nos últimos anos, pontua o professor Victor Pelaez, doutor em Ciências Econômicas, da UFPR. “De 2018 para 2019, o salário médio nessas atividades teve ligeira redução (-1%), em âmbito nacional”, cita o professor.

Alguns segmentos, porém, conseguiram escapar e apresentaram evolução positiva, sublinha Pelaez. São eles os segmentos de “tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet”; e “de portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet”. “Em âmbito nacional, esses dois segmentos tiveram, respectivamente, taxas de crescimento de 3% e 2%, na média de salários”.

No ramo de serviços em TI ainda há diferença salarial entre gêneros, como ocorre em outras atividades da economia. “Em 2019, os salários pagos às mulheres no ramo de serviços em TI foram 13%, em média, mais baixos que os pagos aos homens”, cita o professor da UFPR, comparando os dados.

Especificamente no Paraná, a taxa de crescimento real dos salários no ramo de serviços em TI também superou a média das demais atividades econômicas. “Enquanto no Brasil a evolução dos salários no ramo de serviços em TI foi 5,5 pontos acima do total da economia, no Paraná a diferença foi ainda maior: 8,5 pontos percentuais”, sublinha o professor Victor Pelaez. Em relação às 15 unidades da federação analisadas, o Paraná aparece como o sétimo com maiores salários no ramo de serviços em TI, no biênio 2018-2019. “Houve uma variação de -2%, queda mais acentuada que da média nacional (-1%), para o período”, menciona Pelaez.

*Com informações da Assessoria da Assepro Paraná

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/01/2021
TIM oferece curso de inglês gratuito para seus 10 mil colaboradores

19/01/2021
IGTI abre inscrições para evento gratuito de desenvolvimento de software e bolsas para Bootcamps

18/01/2021
Multinacional de TIC oferece 5 mil bolsas de estudos em cursos de programação

15/01/2021
TIVIT vai formar 20 desenvolvedores em programa de Jovem Aprendiz

18/12/2020
XP vai abrir 176 vagas para engenheiros de software

14/12/2020
Grupo irlandês lança escola de tecnologia e oferece 100 bolsas no Brasil

07/12/2020
Apple e Centro Universitário Senac capacitam alunos no desenvolvimento de aplicativos

01/12/2020
Digital House oferece 400 bolsas de estudos

26/11/2020
Academia de talentos abre vagas para negros, mulheres, LGBTI+ e pessoas com deficiência

25/11/2020
Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site