Clicky

Home - Convergência Digital

Alvos dos EUA, rede chinesa Tik Tok é preferida no mercado publicitário

Convergência Digital - 01/10/2020

A Kantar divulgou o que chama de primeiro ranking global de equity de publicidade, que mede a percepção dos consumidores em relação à propaganda em diferentes ambientes. E entre os resultados, aponta que o aplicativo TikTok, rede social chinesa que virou o novo alvo da guerra comercial patrocinada pelos Estados Unidos, lidera no quesito plataformas digitais na preferência dos consumidores.  

Em seguida, no mesmo quesito, aparecem Instagram, Snapchat, Google e Twitter. Segundo a Kantar, o estudo Media Reactions, que entrevistou 4 mil consumidores e mais de 700 profissionais de marketing, incluindo o Brasil, fornece uma métrica global de “equity de publicidade"* para canais de mídia, assim como redes sociais, publishers e aplicativos mobile. Ele contém diagnósticos detalhados que também ajudam os anunciantes a entenderem o impacto que as diferentes plataformas terão em suas campanhas e suas marcas.

Durante a pandemia da Covid-19, 60% das empresas relatam ter reduzido seus gastos com marketing, com 30% tendo reduzido muito. Meios não digitais foram os que mais sofreram, indica a pesquisa. Embora ainda sejam canal preferido em alguns países. 

Por exemplo, o cinema lidera a lista em 4 dos 7 países avaliados (Austrália, Alemanha, Reino Unido e EUA), enquanto eventos patrocinados lideram o ranking no Brasil e na China. Os meios de comunicação impressos e os anúncios digitais OOH também são bem avaliados entre os consumidores.  

Embora os formatos online sejam geralmente menos aceitos do que os formatos offline, as percepções dos consumidores são mais favoráveis para conteúdos patrocinados por influenciadores, anúncios em podcasts e anúncios de TV por streaming. Entre todos os formatos, a publicidade na TV e em vídeo online continua a dominar a exposição a anúncios.

Segundo a Kantar, as prioridades dos profissionais de marketing em relação a plataformas estão em desacordo com as preferências dos consumidores. As plataformas de anúncios preferidas da indústria são, pela ordem, anúncios em vídeo online, anúncios na TV, anúncios em redes sociais, anúncios na TV por streaming e stories em redes sociais.  

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/11/2020
Indicado de Bolsonaro suspende julgamento no STF sobre presidente bloquear cidadãos em redes sociais

13/11/2020
Relator vota para impedir Bolsonaro de bloquear usuários no Instagram

01/10/2020
Alvos dos EUA, rede chinesa Tik Tok é preferida no mercado publicitário

28/09/2020
Twitter: 35% dos usuários vão usar mais videochamadas após pandemia

23/09/2020
Serpro vai comprar ferramenta em nuvem para análise de mídias sociais

14/09/2020
PGR diz que Bolsonaro deve bloquear quem quiser em redes sociais

15/06/2020
Perseguição pelo Facebook rende cadeia e multa

08/06/2020
MP estuda como combater fake news em redes sociais durante campanhas

04/06/2020
Justiça manda filhos de Bolsonaro apagarem Fake News do Facebook e Twitter

12/05/2020
MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Destaques
Destaques

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

Quase 40% dos alunos usam apenas os celulares para acompanhar as aulas online no Brasil, revela a 3ª edição do Painel TIC Covid-19, do CGI.br. No levantamento, porém, 36% dos alunos reclamam da baixa qualidade da conexão à Internet.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site