INTERNET

Banda larga fixa: ISPs avançam e se aproximam da Claro no ranking nacional

Convergência Digital* ... 30/08/2019 ... Convergência Digital

O Brasil registrou, no mês de julho, um total de 32.058.402 contratos de banda larga fixa, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em comparação ao mesmo mês do ano passado, houve um aumento de 1.421.280 contratos.

As maiores participações de mercado, em junho de 2019, foram registradas pela Claro com 9.534.015 domicílios (29,73% do mercado), pela Vivo com 7.342.751 domicílios (22,90% do mercado) e pela Oi com 5.706.240 domicílios (17,78% do mercado). O conjunto das Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), empresas que detém menos de 5% de cada mercado de varejo de telecomunicações em que atua, ofertou banda larga fixa a 8.672.092 domicílios (27,05%).

Em relação a julho do ano passado, o grupo das PPPs apresentou o maior crescimento quantitativo da banda larga fixa, com um saldo de 1.815.963 contratos (+26,49%). Entre as grandes empresas, a Claro registrou aumento de 341.423 contratos (+3,71%), mas a Vivo e Oi apresentaram reduções, de 248.194 contratos (-3,27%) e de 474.654 contratos (-7,68%), respectivamente.

Em julho, quase um terço das conexões à internet no Brasil estavam acima dos 34 Megabits por Segundo (Mbps), foram contabilizados 10.991.626 domicílios (34,29% do total), seguida das de 2 a 12 Mbps em 8.803.372 estabelecimentos (27,46%), das de 12 a 34 Mbps em 7.852.215 domicílios (24,49%), das de 0,51 a 2 Mbps em 4.028.533 casas (12,56%) e até 0,51 Mbps em 382.656 locais (1,19%).


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

TJ de São Paulo libera intimação pelo WhatsApp

Exceção vale para medidas protetivas de urgências, desde que autorizadas no boletim de ocorrência.

Mesmo maioria, mulheres ganham menos que homens como influenciadoras digitais no Brasil

Pesquisa aponta que nos segmentos de tecnologia, as mulheres ganham, em média, metade do que os influenciadores masculinos. No Sudeste, disparidade média é de 33%. 

Coronavírus: Justiça do Recife celebra casamento por videochamada na Internet

Cerimônia foi realizada por uma chamada de vídeo por celular do juiz da 1ª Vara de Família e Registro Civil da Capital do Recife, Clicério Bezerra.

YouTube e Netflix aderem à redução de qualidade de vídeos no Brasil

YouTube vai passar vídeos apenas em resolução SD no País. Já a Netflix, vai repetir a estratégia da Europa: reduzirá em 25% a quantidade de dados trafegados.

Demonizar a Internet não resolve a falta de educação

O Brasil precisa de mais diálogo e educação na Internet e entender que a rede é um meio. "A falta de civilidade digital é um retrato da nossa sociedade", afirma Caio Almeida, da Safernet.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G