TELECOM

4G da Oi leva Internet e comunicação à estação brasileira da Antártica

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 11/03/2019 ... Convergência Digital

Sete anos depois, a estação Antártica Comandante Ferraz - responsável pelo desenvolvimento de um programa estratégico de pesquisas científicas sobre as alterações climáticas no mundo e as repercussões no Brasil e que, em fevereiro de 2012 foi destruída por um incêndio - renasce e fica capaz de atender a um desejo antigo dos pesquisadores e cientistas que vivem numa das regiões mais inóspitas do mundo: Ter acesso à Internet e à comunicação com o mundo.

"O 4G nos traz segurança e isso é um grande feito. Nós podemos conversar com a nossa família. Nós podemos pedir socorro em emergência. Além disso, vamos poder enviar dados relevantes para os Centros de Apoio de Pesquisa. Também damos relevância ao trabalho aqui realizado", diz o comandante e responsável pela reconstrução da estação, Geraldo Juaçaba, em entrevista feita por vídeochamada ao Convergência Digital.

A montagem da nova infraestrutura de telecomunicações - que ficou com a Oi - exigiu cuidados especiais. A rede foi adaptada para suportar ventos de até 200 Km/hora e temperaturas baixíssimas que podem chegar a -94,7º celsius. "Tivemos cinco técnicos que chegaram em janeiro para consolidar a infraestrutura com a ajuda dos militares que recebem qualificação para cuidar dos equipamentos", conta Roberto Blois, diretor da Oi.

Entre as inovações utilizadas está o sistema anticongelante nas antenas, com material produzido pelos fabricantes de aviões, submarinos e veículos militares. A nova estação Comandante Ferraz terá 4500 metros quadrados com 226 contêineres e 18 laboratórios para pesquisa de assuntos como o buraco na camada de ozônio e o efeito estufa.
O Brasil, com a base, também mantém o direito de participação ativa na tomada de decisões relativas ao futuro da região antártica. Só em estruturas de aço de alta resistência são 700 toneladas e as fundações atingem até 28 metros de profundidade. No total, 54 pilares sustentam 226 contêineres de 3,5 toneladas.

Com o 4G, cientistas e militares passam a dispor de internet fixa de alta velocidade (que permite transmitir dados, fazer videoconferências e ligações); rede móvel com conexão 4G; acesso wi-fi distribuído por todas as instalações da estação; e sistema de recepção de sinal de TV. Assistam a entrevista, por vídeochamada com o comandante Geraldo Juaçaba e com o diretor da Oi, Roberto Blois. Uma curiosidade: durante a realização da vídeochamada - apesar de ser verão - nevava na Estação Comandante Ferraz.


Internet Móvel 3G 4G
Leilão 5G na Alemanha já supera 6 bilhões de euros

Licitação, que está na 10ª semana, superou todas as expectativas de arrecadação, mas provoca dúvidas sobre a capacidade financeira dos vencedores para investir na construção das redes.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Telefônica: gap digital é enorme no Brasil

Ao participar do Painel Telebrasil 2019, o presidente da Telefônica/Vivo, Christian Gebara, disse que  a empresa manterá os investimentos no Brasil, mas advertiu que é urgente criar um ambiente mais favorável aos investimentos. Gebara lembrou que 87% dos municípios brasileiros não contam com conexões acima de 34Mbps disponíveis.

Presidente do Senado quer votar marco de telecom até junho

"Estamos buscando o entendimento para ainda neste semestre resolvermos essa matéria e entregarmos ao Brasil a capacidade de investir R$ 20 bilhões, R$ 30 bilhões", disse Davi Alcolumbre às teles durante o Painel Telebrasil 2019.

Leilão do 5G inclui quatro faixas e será o maior da história da Anatel

Proposta que chega ao conselho diretor da agência elenca 3.600 MHz de radiofrequências para o leilão previsto para o primeiro trimestre de 2020. “Quanto maior a disponibilidade, menor será o custo de levar essa capacidade”, afirma o presidente da agência, Leonardo de Morais.

Anatel vai permitir que roteadores WiFi tenham potência maior

“Hoje temos uma limitação de 200 miliwatts na faixa de 5150 a 5350 MHz, limitando o uso apenas indoor, sendo que na faixa superior temos possibilidade de uso de até 1 Watt de potência. Plano é deixar esse limite flat”, explica o gerente de espectro da agência, Agostinho Linhares.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G