Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Anatel quer BNDES como agente financeiro para usar FUST na expansão da banda larga

Convergência Digital ... 13/06/2019 ... Convergência Digital

A Agência Nacional de Telecomunicações aprovou nesta quinta-feira, 13/06, o  Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações (Pert), que será revisado anualmente e,que nessa etapa, incorpora sete projetos para reduzir as deficiências na infraestrutura de comunicações do país, afirmou a Anatel sem dar detalhes. O projeto foi relatado pelo conselheiro Aníbal Diniz.

Em nota oficial, a Anatel diz que o diagnóstico servirá para ampliar o acesso à banda larga em locais onde não for possível expandir redes de fibra óptica, conexões por satélite ou outras tecnologias poderão ser usadas. A agência estima que 3.542 cidades das 5.570 do país não possuem acesso à rede de fibra óptica.

O comunicado da Anatel não cita a tecnologia 5G, mas afirma que o Pert “visa a expandir a cobertura da telefonia móvel nas tecnologias de 3G e 4G. Em primeiro lugar, para os distritos não-sedes sem atendimento, usando tecnologia 3G ou superior. Em segundo, levar o serviço 4G para todas as sedes municipais que ainda não dispõem dessa tecnologia”.

A agência citou seis fontes de financiamento para o Pert, mas ressalta que a aplicação do Fundo de Universalização de Telecomunicações (FUST) é “ainda é a melhor opção para suprir a carência de recursos para investimentos no setor”. O fundo tem acumulados cerca de 20 bilhões de reais dos quais apenas 200 mil foram “efetivamente aplicados em projetos relacionados ao setor de telecomunicações”, ressaltou a agência reguladora.

As principais mudanças propostas pela Anatel no Fust incluem possibilidade de usos de recursos do fundo em projetos de banda larga, designação do BNDES como agente financeiro e a criação de um conselho gestor para sua aplicação, completou a agência.


Desigualdade econômica acentua exclusão digital do campo no Brasil

Estudo mostra que na região, 77 milhões de pessoas não tem acesso à internet. No Brasil, que puxa os índices agregados para cima, diferença é gritante entre grandes e pequenas propriedades. Levantamento mostra que 244 milhões de pessoas na AL não têm acesso à Internet.

Em Telecom, estratégia do governo até 2031 ainda corre atrás de inclusão digital

Decreto 10.531/20, com a Estratégia Federal de Desenvolvimento da próxima década lista banda larga no Norte e Nordeste, backhaul de fibra e redução do gap digital. 

Telebras: Justiça confirma legalidade do acordo com a Viasat por satélite

Juízo da 5ª Vara Federal do Distrito Federal concluiu pela legalidade do acordo firmado com a empresa norte-americana e julgou improcedente todos os argumentos da Via Direta e da Rede Tiradentes, de Manaus. Disputa já dura dois anos e meio.

MPF recomenda que instituto cancele compra de MacBooks de R$ 12 mil e use PCs mais baratos

Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN) quer 20 notebooks da Apple para o setor administrativo, em custo superior a R$ 250 mil. MPF diz que licitação deve incluir outras marcas. 

Covid-19 aumentou o uso da internet nas classes C, D e E

Segundo a pesquisa TIC Covid-19, do Cetic.br, a pandemia aumentou o uso da rede em todas as classes e faixas etárias. O que já era hábito entre os mais ricos, passou a ser mais comum entre os mais pobres para compras e serviços.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G