INOVAÇÃO

Startup cria robô para cuidar de galerias fluviais

Convergência Digital ... 06/12/2019 ... Convergência Digital

Foi durante o curso de Engenharia de Controle e Automação, no Instituto Federal Fluminense (IFF), em Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, que o estudante Thiago Rodrigues teve a ideia de criar um robô capaz de inspecionar galerias pluviais de forma eficiente e com melhor custo-benefício na comparação aos equipamentos importados existentes no mercado.

Ele já trabalhava na área e conhecia de perto as dificuldades operacionais, no entanto, o desejo esbarrava na falta de recursos. Após a graduação e já com sua empresa, a startup Roveq Sistemas Embarcados, o engenheiro buscou parceria com a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), por meio da Unidade IFF, para que seu objetivo fosse concretizado.

Em apenas 12 meses, o primeiro protótipo já estava em testes. "A parceria com a EMBRAPII foi fundamental para a viabilização da proposta, não somente pela contrapartida financeira, mas por todo o apoio no desenvolvimento, eles abraçaram a causa e acreditaram no projeto", destaca Thiago. "Se não fosse a estrutura do polo (IFF) e a expertise dos pesquisadores, isso não seria possível". Atualmente, a startup de robótica já opera duas unidades em cidades fluminenses.

Tecnologia subterrânea

O robô desenvolvido tem como objetivo localizar e registrar por meio de imagens (vídeos e fotos) deslocamentos ou obstruções em tubulações de galerias pluviais, aquelas destinadas à captação e escoamento da água de chuva coletadas pelas bocas coletoras. O diferencial dele é que é adaptável e a prova d'agua, ou seja, pode ser configurado para atuar em outros ambientes, como esgoto sanitário e rede de abastecimento de água, operando em módulo flutuador e submerso.

Ele tem maior autonomia de funcionamento na comparação aos equipamentos de características semelhantes existentes no mercado, uma vez que seus módulos são independentes não havendo a necessidade de interromper o trabalho de inspeção para recarregá-lo, basta fazer a substituição da bateria. Segundo William Vianna, coordenador do projeto do IFF, a tecnologia vai contribuir para aperfeiçoar as atividades na área de saneamento. "O sistema desenvolvido auxilia na manutenção e implantação de redes pluviais e de esgotamento sanitário tão escassos no Brasil. A EMBRAPII em conjunto com outros parceiros permitiu criar as condições para geração de trabalho e renda a partir do desenvolvimento tecnológico. Na minha opinião este é o principal benefício imediato para a sociedade."

Com a tecnologia, é possível identificar o local exato do problema, seja ele por obstáculos com pedras, lixo, galhos, rupturas estruturais ou até mesmo ligações de esgoto clandestino. As causas são apresentadas em relatório detalhado possibilitando a adoção de medidas cabíveis e redução no custo de manutenção.


Cloud Computing
Quase metade dos bancos de dados em nuvem não usa criptografia

Relatório de Ameaças na Nuvem da Unit 42, equipe de inteligência de ameaças da Palo Alto Networks, descobriu 199.000 templates de nuvem inseguros e que 60% dos sistemas de armazenamento em nuvem estão com o log desativado.

Aceleradora busca start-ups e projetos no setor de Cannabis no Brasil

The Green Hub realiza o Cannabis Thinking, para fomentar o desenvolvimento de projetos criativos. Em março, acontecerá o Demo Day.

BC contrata Dinamo Networks e faz acontecer o pagamento instantâneo

Autoridade Monetária selecionou a fornecedora brasileira para comprar 22 HSMs, voltados à segurança das transações por R$ 1,350 milhão. Todo o software usado é desenvolvido no Brasil. Nova infraestrutura pode ser a pá de cal nos cartões de débito, TEDs e DOCs.

Oi Futuro e Sebrae lançam edital de aceleração para empreendedores

Startups terão acesso a espaço de coworking e poderão ganhar prêmios de até R$ 25 mil. Iniciativa terá seis meses de duração e reúne mentorias, consultorias e workshops.

boostLAB, do BTG Pactual, abre espaço para ERPs, big data e Edtechs

A quarta edição do programa superou a marca de 260 empresas inscritas. Para o Batch #5 serão selecionadas de cinco a dez startups para seguirem no programa durante cinco meses. Inscrições abrem nesta quinta-feira, 05/12.

STJ valida sistema 'mailbox' e confirma patente por 20 anos

​A Terceira Turma do STJ, por unanimidade, estabeleceu em 20 anos o prazo de vigência de patente concedida pelo sistema mailbox, contado a partir da data do depósito do pedido pelo interessado.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G