Home - Convergência Digital

Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

Convergência Digital* - 12/05/2020

As operadoras da Coreia do Sul -SK Telecom, KT e LG Uplus - devem migrar para o 5G autônomo até o fim deste 2020, depois de adiamentos provocados pela pandemia de Covid-19. 

A LG Uplus, a terceira tele móvel em número de assinantes no País, concluiu testes da rede comercial standalone, segundo reporta a Business Korea. A operadora tem como meta lançamento no terceiro trimestre. A SKT, que realizou testes da rede standalone em janeiro, inicialmente previa lançar ainda no primeiro semestre, mas adiou para o fim do ano, assim como a segunda maior operadora do país, a KT.

Apesar de especulações sobre mais um lançamento simultâneo, como nas primeiras ofertas 5G na Coreia, o mesmo não deve acontecer nas redes autônomas de quinta geração. Cada uma das operadorastem cronogramas distintos. 

As empresas lançaram os serviços 5G em abril de 2019, com implantação em 92 mil estações radio-base até janeiro. E sinalizaram ao governo coreano investimentos próximos ao equivalente a R$ 20 bilhões na primeira metade de 2020.

Um relatório recente da GSMA indicou que as redes standalone de 5G são capazes de oferecer capacidades específicas para demandas corporativas, como aplicações de baixa latência, alta confiabilidade e slicing de rede. 

Além da migração para as redes autônomas, a LG Uplus já indicou a oferta de serviços 5G na faixa de 28 GHz, com planos de utilizar a banda milimétrica em hotspots para aplicações industriais. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

25/06/2020
Covid-19 impôs revisão dos projetos 5G na América Latina

23/06/2020
Huawei: Brasil sempre teve um mercado aberto e justo no setor de TIC

19/06/2020
CEO da Algar: Banir fornecedor do 5G seria um tremendo equívoco

18/06/2020
Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

17/06/2020
Qualcomm leva 5G para smartphones de baixo custo

17/06/2020
5G é agenda prioritária para novo ministro das Comunicações

16/06/2020
Rodrigo Maia:"é melhor deixar a política de fora do leilão 5G"

Destaques
Destaques

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

De acordo com a KPMG, será preciso ainda cuidar da avaliação de riscos, governança, gestão da configuração e gestão da cadeia de suprimentos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site