TIM e Vivo já acessam dados sobre a Oi Móvel

Ana Paula Lobo e Luis Osvaldo Grossmann ... 06/05/2020 ... Convergência Digital

A TIM confirmou que começou o due diligence com a Vivo para a possível compra da Oi Móvel, mesmo com a quarentena imposta pela pandemia de Covid-19 e a expectativa é que o mercado receba informações até o mês de junho, revelou o presidente Pietro Labriola, em teleconferência de resultados do primeiro semestre de 2020, realizada nesta quarta-feira, 06/05. Segundo Labriola, foi dado acesso aos dados para fazer a investigação das oportunidades e dos riscos. "A Oi colaborou e estamos avaliando todos os dados", declarou o executivo.

Sem querer adiantar detalhes- até por conta da própria negociação - Labriola garantiu que 'está indo tudo bem'. Ele descartou impacto no processo pela Covid-19. "Esse é um investimento de médio e longo prazo", declarou. O CFO da TIM Brasil, Adrian Calaza, foi além: 'estamos conduzindo os dados da melhor forma e podemos ter uma proposta nos próximos meses'.

O presidente da Vivo, Christian Gebara, também em teleconferência de resultados do primeiro trimestre, anunciou o início da coleta de informações, mas foi mais cauteloso. "Esse é um processo que leva um longo tempo e envolve uma empresa em situação legal específica(recuperação judicial). Não tenho como dizer quanto vai levar, mas estamos caminhando", pontuou.

Mas há impeditivos para a aquisição da Oi Móvel. Primeiro, a própria Oi precisa ter autorização na assembleia de credores para vender o ativo. A Oi ainda não confirmou quando será essa assembleia, mas ela tem de acontecer até o dia 06 de novembro. Além disso, há as questões envolvendo os órgãos reguladores - Anatel e CADE - por conta da partilha dos ativos, especialmente, espectro.


Internet Móvel 3G 4G
Lei de inovação de Florianopólis bancou case brasileiro de rastreamento da Covid-19

Pandemia forçou spinoff de startup brasileira de turismo e criação do Smart Track. “Enquanto Google e Apple pensavam em desenvolver, nós já tínhamos sistema operando. Somos a única plataforma mundial que faz rastreamento sem geolocalizacao”, diz a CEO Jucelha Carvalho.

Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

Uso do Espectro, Defesa dos Usuários, Prestadoras de Pequeno Porte, Aferição da Qualidade, Ofertas de Atacado, Acompanhamento de Redes são alguns dos grupos reestabelecidos pela agência. 

Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

Queixas na Anatel cresceram especialmente a partir de março. No conjunto dos serviços, agência recebeu 1,52 milhão de reclamações entre janeiro e junho. Também houve um aumento de 20% com relação à telefonia móvel.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G