INOVAÇÃO

AWS vira aceleradora virtual de projetos voltados à educação no Brasil

Ana Paula Lobo ... 27/06/2019 ... Convergência Digital

Durante o AWS Summit Brasil, que aconteceu nesta quinta-feira, 27/06, em São Paulo, a Amazon Web Services (AWS) anunciou o desembarque no Brasil - e pela primeira vez na América Latina - do AWS EdStart, um programa acelerador de startups focadas em tecnologia educacional (EdTech). Com dois anos de atividade, o programa, revela o country manager para o setor público da AWS no Brasil, Paulo Cunha, já investiu, mundialmente, US$ 2 milhões e teve demanda de mais de 300 empresas. No começo de junho, conforme antecipou o Convergência Digital, a AWS fechou um acordo com o SENAI para a formaçaõ de 2,5 milhões de jovens em tecnologia.

"Tenho a convicção que essa iniciativa é voltada para institutos de pesquisas, para universitários com projetos voltados à educação. Não precisam ser direcionados à tecnologia. Mas têm de ter como objetivo fomentar a educação e observo: todo conteúdo disponibilizado está em português", explicou Cunha. Focado em tecnologias inovadoras de ensino e aprendizado, o AWS EdStart ajuda startups em fase inicial a captarem os recursos e profissionais necessários para o crescimento e desenvolvimento de seus negócios.

O executivo da AWS ressaltou que a educação tem a transformação digital como anseio e é crucial levar novas ferramentas para a sala de aula e, dela, criar novos negócios educacionais prontos para capacitar os brasileiros. Paulo Cunha explicou ainda que as empresas elegíveis para participação no programa são novas, crescendo rapidamente e tem menos de cinco anos de presença de mercado e uma receita anual menor que US$ 10 milhões.

"A maior parte das empresas desse porte no mundo morre com menos de cinco anos e no Brasil não é diferente. É isso que queremos evitar", ressalta. Um diferencial do projeto, conta ainda Paulo Cunha, é a sua objetividade. Segundo o country manager da AWS para o setor público, foi montado um comitê brasileiro para analisar as propostas apresentadas e estipulado um SLA de 12 dias úteis para se ter uma resposta. "É para fazer acontecer mesmo", completa o executivo.

Principais benefícios

Créditos da AWS -  criados para ajudar a atender os custos operacionais associados a serviços em nuvem. Os clientes podem usar esses créditos como ajuda para começar a operar e a escalar.

Treinamentos técnicos - como membro do AWS EdStart, uma startup tem acesso a várias oportunidades de treinamento técnico para apoiar a consolidação da empresa. Os recursos incluem webcasts, sessões de treinamento técnico e apresentações especializadas realizadas por parceiros.

Mentoria - o programa incentiva a colaboração e a conversação entre líderes setoriais experientes e startups de tecnologia educacional. A mentoria também promove meetups, Pitch Days e recepções para os membros da comunidade.

Para mais informações sobre o EdStart, acesse o link: https://aws.amazon.com/pt/education/edstart/




Cloud Computing
Google abre temporada de cursos gratuitos sobre nuvem

Cloud Onboard seguirá até 30 de julho. No ano passado, evento reuniu mais de 2 mil pessoas em São Paulo. São temas big data, machine learning e desenvolvimento de aplicações.


Pesquisa de inovação mostra investimento baixo e falta de política pública

Segundo o IBGE, as empresas inovadoras do Brasil investiram menos de 2% da receita em P&D. “A agenda de inovação é urgente e deveria ser prioridade”, aponta a Confederação Nacional da Indústria. 

Laura, a IA nacional que já salvou 12 mil vidas, entra no combate ao Coronavírus

Tecnologia será disseminada em todo o Brasil, depois de um acordo com o governo federal. Em setembro do ano passado, no Rio Info 2019, o Convergência Digital entrevistou um dos idealizadores da Laura.

Brasil precisa formar massa crítica de empreendedores para inovação

A posição é defendida pelo CEO da Fábrica de Startups, Hector Simões, que tem como meta se tornar o maior hub de inovação do Rio de Janeiro.

Investimentos em fintechs disparam para R$ 7,6 bilhões no Brasil

Aportes triplicaram puxados pela injeção de R$ 1,9 bilhão no Nubank e R$ 1,6 bilhão no Banco Inter.  Brasil ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs no mundo.

Governo seleciona entidades para compor GT de propriedade intelectual

Grupo Interministerial de Propriedade Intelectual, originalmente parte da Camex e agora sob tutela do Ministério da Economia, terá 10 representantes da sociedade civil. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G