GESTÃO

Procura pela Carteira de Trabalho digital cresce 105% em 30 dias

Convergência Digital* ... 13/05/2020 ... Convergência Digital

A Carteira de Trabalho Digital, desenvolvida pela Dataprev, já conta com 7,4 milhões de downloads. A solução registrou um aumento de 104,9% na quantidade de acessos nos últimos 30 dias, alcançando 19,44 milhões, devido à maior utilização dos canais digitais durante a pandemia do novo coronavírus. O aplicativo permite ao cidadão acessar as informações da carteira física e emitir a CTPS de forma digital e, desde 4/5, é possível também consultar pelo app informações sobre o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm).

Instituído pelo Governo Federal por meio da Medida Provisória 936, como parte das ações para enfrentamento da Covid-19, o benefício emergencial, processado pela Dataprev, é concedido quando há acordos entre trabalhadores formais e empregadores em casos de redução proporcional de jornada de trabalho ou suspensão temporária do contrato de trabalho.

“Como parceira tecnológica do Governo Federal e empresa especializada em soluções digitais, a Dataprev contribui para viabilizar as ações de enfrentamento à pandemia e assim facilitar o acesso do cidadão aos seus direitos, especialmente neste momento em que os canais digitais são ainda mais demandados”, ressalta o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto.

Com o aumento no número de acessos, a Dataprev reforçou sua infraestrutura de TI para garantir a estabilidade do ambiente que atende não só a CTPS Digital, como também o Portal Emprega Brasil. As soluções englobam serviços acessados remotamente por empregadores e trabalhadores.

A Carteira de Trabalho Digital substitui o documento em papel desde setembro de 2019, trazendo comodidade para o trabalhador. O aplicativo está alinhado com a política do governo de Transformação Digital e de levar mais eficiência e melhores serviços à população. Segundo dados da Secretaria de Governo Digital, do Ministério da Economia, mais de 600 serviços públicos digitais foram entregues pelo Governo Federal em 15 meses.

O aplicativo passou a permitir a emissão da CTPS apenas com o CPF, que agora é o único número necessário para contratação de trabalhadores em empresas aderentes ao e-Social. Outra facilidade é que, com a CTPS Digital, o cidadão passa a ter acesso ao documento em apenas um dia. Todos os contratos de trabalho (novos ou já existentes) e anotações (férias, salário etc) são feitos apenas eletronicamente, podendo ser acessados de qualquer lugar pelo aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente, ou pelo portal de serviços do governo.

* Com informações da Dataprev

A solução está disponível para Android e iOS. Em dezembro de 2019, foi disponibilizada a versão do app contemplando as funcionalidades de requerimento e habilitação do Seguro-Desemprego.

“O aplicativo vem evoluindo em funcionalidades, como a substituição da carteira de papel e a inclusão de um dashboard com informações gráficas sobre a vida laboral do trabalhador, o que com a carteira em papel não era possível”, ressaltou o superintendente de Relacionamento Comercial e Mercados da Dataprev, Flavio Ronison.

O documento digital está disponível para todos os brasileiros e estrangeiros que estejam registrados no CPF.


Carreira
Vivo está com 1.000 vagas abertas call centers em Curitiba e Fortaleza

As etapas do processo seletivo e a admissão serão 100% digitais e os interessados têm de ter habilidade para trabalhar em home office. Precisam ter ensino médio completo, domínio de informática e pacote office.

Governo busca interesse dos órgãos federais em postos para carros elétricos

Acordo entre o governo federal e o governo do Distrito Federal já prevê a instalação de seis ‘eletropostos’, mas demanda pode aumentar esse número.

Governo chega à marca de 1 mil serviços públicos digitalizados

Desempenho mantém em curso a meta de digitalização total de 3,8 mil serviços até 2022. 

Intelit: Compras públicas têm de abrir espaço à inovação e às startups

O CEO da prestadora de serviços de TI, Lincoln dos Santos Pinto, observa que um processo de compra pública leva em torno de seis meses, o que atrasa a inovação. Sobre a venda do Serpro e Dataprev, lembra da LGPD e defende o Estado como tutor dos dados pessoais do cidadão.

Governo federal x sindicatos: Proibido o recolhimento da contribuição sindical dos servidores

Portaria publicada nesta segunda, 5/10, orienta sobre "impossibilidade de cobrança de contribuição sindical por parte do servidor público federal da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional".




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G