SEGURANÇA

RNP terá programa para formar profissionais em Segurança Cibernética

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, do Rio de Janeiro ... 17/03/2020 ... Convergência Digital

A estratégia nacional de segurança cibernética, recém-publicada pelo governo federal, é um arcabouço essencial para que o Brasil possa definir políticas efetivas na área, afirma o diretor de segurança cibernética da Rede Nacional de Pesquisa, Emilio Nakamura.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante a 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), realizada pelo CAIS/RNP, no dia 13 de março, no Rio de Janeiro, Nakamura lembra que o Brasil está no top 3 dos crimes cibernéticos porque os cibercriminosos buscam estar onde eles correm menos riscos. “Com a Lei, esse cenário muda”, diz.

Nakamura admite que a falta de bons profissionais na área de segurança cibernética é uma realidade e a RNP vai fazer a sua parte. Embora não entre em detalhes, nem revele quando a iniciativa estará no mercado, o executivo adianta que a RNP vai começar um programa de pesquisa e inovação na área de cibernética, onde há muita tecnologia para ser desenvolvida.

"Não vamos fazer apenas para a Academia, mas também para as empresas e startups de inovação aberta", afirma. Assistam a entrevista com o diretor de Segurança Cibernética da RNP, Emilio Nakamura.


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Para Idec, ação comprova que Metrô de SP não garante segurança de reconhecimento facial

Segundo entidade, que move processo contra o Metrô, empresa falhou em não realizar estudo para implantar a tecnologia. 

Bancos querem prisão por até 18 anos para cibercriminosos

Instituições financeiras pedem a aprovação urgente do PL 2638, apresentado na Câmara, pelo deputado Marcelo Ramos, PR/AM, que impõe punição rigorosa às fraudes cibernéticas. "A impunidade é um incentivo", diz Adriano Volpini, do Itaú-Unibanco.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G