Clicky

Home - Convergência Digital

TIM cria marketplace para Internet das Coisas no Brasil

Convergência Digital - 06/10/2020

A TIM lançou o primeiro Marketplace IoT do Brasil (marketplaceiot.tim.com.br). A operadora está disponibilizando para o mercado corporativo num espaço único seu portfólio de ofertas de soluções de internet das coisas que complementam os serviços de conectividade voltados para as verticais indústria 4.0, agronegócio, cidades inteligentes e utilidades.

"Nosso objetivo com a novidade é incentivar o crescimento do novo mercado de IoT no Brasil, agregando valor à conectividade. Queremos continuar criando soluções no mercado apoiados por diferentes parceiros e hubs de inovação, habilitando a jornada digital dos nossos clientes corporativos. E tudo isso com a qualidade e disponibilidade da maior cobertura 4G do país e da tecnologia NB-IoT (Narrow Band IoT), plataforma de Internet das Coisas, presente em mais de 3.400 cidades no Brasil", explica Paulo Humberto Gouvea, diretor de Soluções Corporativas da TIM Brasil.

No Marketplace IoT, a TIM apresenta soluções completas, que ajudam também os clientes corporativos a reinventarem seus negócios, indo além da conectividade de voz e dados. Seja para o agronegócio, na qual a operadora é líder no mercado, que pode conectar escritórios, fazendas, máquinas, otimizar a gestão de equipe, monitorar lavouras e acompanhar, em tempo real, o transporte de mercadorias tanto para centros de distribuição quanto para o cliente final; para cidades inteligentes, com ferramentas de distanciamento seguro e gestão de projetos em iluminação; para a indústria 4.0, com redes privadas, que oferecem maior cobertura, com segurança, estabilidade e escala; e para utilidades, com a oferta de integração de plataforma para medição inteligente de consumo e leitura de energia para todos os segmentos.

Com um ecossistema de parceiros que inclui Agrosmart, Seal  Telecom, Squadra, Nokia,  Prime Systems, Engineering, Maxtrack, M2M Telemetria e Tractian, o Marketplace IoT TIM é um reflexo da importância que Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Parcerias têm para a operadora. O programa Open Innovation, realizado com empresas de inovação, tecnologia, startups e instituições de pesquisa, integra Hubs de inovação e Centros de Pesquisa e Desenvolvimento pelo país em busca de novos produtos e desenvolvimento de soluções. Empresas interessadas em tornar-se parceiros e oferecer soluções inteligentes no Marketplace IoT TIM podem cadastrar-se no site, no link Seja Parceiro. O Marketplace IoT TIM foi desenvolvido em parceria com a Nokia, com suporte de tecnologia da empresa Squadra.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/01/2021
TIM entra na disputa pela gestão da iluminação pública com rede de IoT

17/12/2020
Teles questionam vetos do governo ao uso do FUST em inclusão digital

17/12/2020
Sancionada, isenção de taxas para internet das coisas vale a partir de 2021

03/12/2020
Provedora de IoT Cubic Telecom contrata infraestrutura da TIM para atuar no Brasil

19/11/2020
Congresso aprova isenção de taxas para internet das coisas até 2025

17/11/2020
Senado pauta PL do Fust e isenção de taxas para IoT

29/10/2020
Nova regra da Anatel reforça que IoT é valor adicionado para fugir de ICMS

23/10/2020
Proteja os seus dispositivos IoT. A LGPD chegou e pode pesar no bolso

20/10/2020
Governo dá ultimato para isenção de imposto para Internet das Coisas

16/10/2020
Empresa nacional de IoT recebe aporte da KPTL e da Wayra

Destaques
Destaques

Uso da faixa de 700 MHz deixa 4G disponível 80% do tempo no Brasil

Segundo a mais recente análise da OpenSignal, TIM tem a rede de quarta geração com maior disponibilidade, 88,2%, à frente da Claro (79%) e Vivo (79,5%), Oi (70,2%). 

Um em cada quatro acessos móveis na América Latina será 5G até 2026

Nova edição do Relatório de Mobilidade da Ericsson aponta que até o final de 2020, mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo já estará usando 5G. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site