GOVERNO » Compras Governamentais

Com IA, governo libera gigantes globais de TI nas compras públicas

Luís Osvaldo Grossmann e Fabio dos Santos ... 04/11/2019 ... Convergência Digital

O governo apresentou durante o Futurecom 2019 novas ferramentas de tecnologia e Inteligência Artificial para facilitar a participação em pregões e também o trabalho dos pregoeiros. Entre elas, fica aberta a possibilidade de fornecedores internacionais participarem diretamente das licitações. 

“O fornecedor estrangeiro tinha que ter representante credenciado no Brasil no momento da licitação, o que inibia algumas empresas de participar. Agora essa exigência vai ser só no momento da assinatura do contrato. E estamos tirando do Sicaf, o cadastro de fornecedores, a exigência de um CNPJ associado”, disse o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert. 

A medida tem repercussões diretas no mercado governamental de produtos e serviços de Tecnologia da Informação. “A TI possui fornecedores que são grandes players internacionais e muitos deles operam hoje nas licitações por meio de seus representantes. Com as mudanças, a gente abre possibilidades. [O fornecedor estrangeiro] vai poder continuar participando por meio de representantes no Brasil, mas se a matriz quiser participar diretamente vai ter mais mecanismos para fazer isso.”


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Adiamento de tributos do Simples termina em setembro

A partir de outubro voltam os prazos de recolhimento adiados como medida durante a pandemia de Covid-19.

STJ nega envio de 'Caixa de Pandora' para Justiça Eleitoral

Quarta Turma do Supertior Tribunal de Justiça autorizou, no entanto, nova perícia nos vídeos que flagraram, em 2009, empresários de tecnologia da informação pagando propina a integrantes do governo do Distrito Federal. 

MCTI e MCom vão compartilhar orçamento até 2021

Portaria interministerial foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Até junho de 2021, os recursos serão compartilhados e será criado um Centro de Custos para a divisão dos gastos entre os dois ministérios, até a definição do orçamento de 2021.

TICs ganham fôlego com retirada do pedido de urgência da reforma tributária

Decisão agrada as empresas de software e serviços e ao mercado de telecomunicações. Isso porque a proposta de unificação do PIS e da Cofins, com elevação da alíquota para 12%, seria prejudicial para o setor, que pagaria ainda mais imposto.

Governo restringe o que ministros e secretários podem falar sobre estatais

Decreto altera o Código de Conduta da Alta Administração Federal para vedar divulgação de “informação que possa causar impacto” nas ações ou relações com consumidores, mercado e fornecedores. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G