NEGÓCIOS

Coronavírus: Corporações aportam 30% dos orçamentos de TI no home office

Convergência Digital* ... 01/04/2020 ... Convergência Digital

O investimento global em Tecnologia da Informação em 2020 fica estagnado por conta da pandemia do Coronavírus, projeta estudo feito pela norte-americana Enterprise Technology Research (ETR). O levantamento – que ouviu 1300 executivos entre diretores de TI e de outros áreas de alto escalão - mostra que as empresas planejam reduzir o investimento em TI em torno de 4,1%. O crescimento previsto para o ano ficava entre 3,7% a 4,1%. Se a queda se comprovar, 2020 teria um desempenho semelhante a 2019.

As organizações, aponta a ETR, impactadas pela pandemia foram obrigadas a acelerar os investimentos para permitir que seus funcionários trabalhem remotamente diante das quarentenas decretadas ao redor do mundo. "Podemos dizer que o declínio em TI não será tão acentuado como muitos pensaram inicialmente", pontua Sagar Kadakia, diretor de Pesquisa da ETR.

O relatório constata que muitas corporações aportaram até 30% dos seus orçamentos voltados para TI no ano para melhorarem suas infraestruturas de trabalho remoto para atender a necessidade de colocar seus funcionários em home office. Outro ponto relevante do estudo: cerca de 21% das empresas na consultadas na pesquisa indicaram que vão aumentar investimento especificamente por conta do vírus.

As empresas que trabalham com saúde, educação e finanças figuram entre as que tiveram de ampliar os gastos com TI, mas esbarraram na falta de dispositivos, especialmente, dos notebooks e tablets para disponibilizar aos seus funcionários, por conta da paralisação da produção de componentes e produtos na China nos dois primeiros meses do ano.

*Com Agência Reuters


Cloud Computing
BNDES abre linha especial para IoT, Big Data e digitalização

Chamada BNDES Crédito Serviços 4.0, linha tem limite por operação é de até R$ 5 milhões O prazo de pagamento é de até 120 meses, com carência de três a 24 meses. 

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Transformação digital é mudar a mentalidade de produto para solução ao cliente

"Não precisamos da furadeira, mas, sim, do buraco na parede", exemplificou Thales Teixeira, fundador da decouping.co, ao revelar o impacto da jornada digital. Para Teixeira, a inovação está no modelo de negócios. "A tecnologia é só um motor", pontuou.

Serpro busca parceria com bancos para emissão de certificado digital

Chamamento público espera identificar oportunidades de negócios que fomentem a massificação das assinaturas digitais. 

Huawei diz ter estoque suficiente para atender demanda nacional

Diretor senior de Relações Públicas e Governamentais da empresa, Atílio Rulli, assegurou que o estoque da fabricante está 'em linha com que é visto no mundo'. Hoje a Huawei produz localmente 40% dos equipamentos que vende às operadoras, ISPs e empresas brasileiras.

Acesso Digital recebe aporte e entra na briga pelo mercado de Telecom

Empresa, criada em 2007, trabalha com reconhecimento facial e assinatura eletrônica, recebeu um investimento de R$ 580 milhões liderado por SoftBank e General Atlantic.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G