Convergência Digital - Home

Qintess compra CSC Brasil por Analytics, Ciência de Dados e transformação digital

Convergência Digital
Convergência Digital* - 31/07/2020

A Qintess, resultado da união do Grupo Cimcorp e Resource, anunciou nesta sexta-feira, 31/07, a aquisição de 100% das operações da CSC Brasil, empresa nacional com mais de 30 anos de atividades, e com especialização em soluções de Business Intelligence, Analytics e Machine Learning, de Digitalização e Automação de Processos e de Gerenciamento de Serviços. Os valores da aquisição não foram revelados.

Com a CSC Brasil, a Qintess passa a ser, por exemplo, parceira da DataRobot - plataforma que permite a criação fácil e rápida de modelos preditivos precisos tirando proveito da automação de Machine Learning e com a BMC. Nos últimos anos, a Qintess fez uma série de aquisições, entre elas, Getronics, Sopho e Damovo.

No informe da aquisição, a Qintess diz que a iniciativa é para tornar a empresa, com atuação na América Latina, uma das mais competitivas no processo de transformação digital Um dos primeiros atos da compra é a ativação de uma plataforma chamada Qintess Analytics & Decision Science (QADS), que combinará as soluções de analytics presentes no atual portfólio da Qintess, com as da CSC Brasil.

O objetivo é oferecer aos clientes soluções de consultoria estratégica para tirar o maior proveito dos seus ativos de dados, por meio de soluções de Business Solutions, Data Visualization, Process Mining, Automation, Machine Learning, Deep Learning e Inteligência Artificial.

"Nos preparamos para atuar em diversos aspectos das organizações, quebrando os silos de onde os dados se encontram, habilitando uma cultura data-driven e implementando soluções que vão desde a estruturação de dados, integração, tratamento e saneamento, até a aplicação de práticas de governança", diz Rogério Dias, Chief of Staff da Qintess. A aquisição se soma à estratégia da companhia, que prevê uma taxa média de crescimento de receita de 20% por ano, até 2023. E para 2020, a expectativa é de um incremento de 10% no faturamento.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

CSU avança de empresa de BPO para uma companhia de tecnologia

Com diferentes atividades, entre elas, processamento de transações eletrônicas de meios de pagamento e serviços de relacionamento com clientes, a CSU contratou o NICE Nexidia para melhorar os resultados dos negócios com uma abordagem consultiva e analítica.

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Destaques
Destaques

Eletrobras contrata Analytics para acelerar jornada digital

Estatal, responsável por 1/3 da capacidade elétrica do Brasil, quer usar os dados para manter as melhores práticas de governança e investir em IoT, chatbots e robôs.

Hospital Care vai às compras e reforça transformação digital

Com foco em fusões e aquisições no setor de saúde, a holding vem obtendo inúmeros ganhos de integração e sinergia entre as empresas adquiridas e suas diferentes soluções locais, passando a atuar por meio de um Centro de Serviços Compartilhados que provê serviços corporativos a todas as unidades do grupo. Empresa aposto no SAP S/4HANA.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como controlar os gastos em nuvem pública?

Por Srinivasa Raghavan*

Se as empresas obtiverem melhor visibilidade do custo de cada serviço em nuvem que utilizam, poderão encontrar o equilíbrio certo entre eles, reduzir as despesas operacionais e obter o melhor valor possível da nuvem.

O caminho da cibersegurança passa pela nuvem

Por Felipe Canale*

Com organizações cada vez mais distribuídas, manter dispositivos em todos os locais ou usar produtos diferentes para trabalhadores remotos cria inúmeras brechas de segurança, além de custar muito e sobrecarregar os recursos de TI.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site