GESTÃO

Distrito Federal e Paraná aderem ao Táxigov, o app de transporte do governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 16/01/2020 ... Convergência Digital

O sistema de despacho para o deslocamento de funcionários públicos por meio do aplicativo Táxigov, em uso por órgãos federais desde 2017, começa a ser adotado por administrações estaduais. Segundo o secretário adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, o aplicativo vai atender servidores dos governos do Distrito Federal e do Paraná. 

“O GDF vai começar a utilizar em 2020, tal qual concebido pelo governo federal. E o governo do Paraná também está começando a usar. A tendência é que essas iniciativas sejam replicadas em outras administrações estaduais”, durante a apresentação de resultados e metas nesta quinta, 16/1. 

Em termos práticos, os governos estaduais vão aderir à ata de registro de preços do governo federal – gerida pela Central de Compras do Ministério da Economia. O sistema, que começou a ser usado em 2017, já teve a Uber como empresa responsável pelo transporte, mas na última licitação, em 2019, passou a ser atendido pela Vip Service, em pregão de R$ 17,6 milhões. 

Segundo o Ministério da Economia, mais de 50 órgãos federais já usam o serviço em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. E a economia com a unificação é calculada em 60%, com base nos gastos anuais com carros próprios e diferentes contratos . 


Carreira
STF decide que Sindicato tem de validar acordos de redução de salário e de jornada

Os acordos individuais fechados entre empregados e patrões somente serão válidos se os sindicatos dos trabalhadores forem notificados em até 10 dias e se manifestarem sobre sua validade. A decisão foi do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Simples Nacional: ICMS e ISS estão prorrogados também por conta da pandemia

Cobrança dos tributos estadual e municipal também foi prorrogada por três meses como aconteceu com os tributos federais.

Receita flexibiliza recepção de documentos para serviços emergenciais

Serviços como regularização do CPF poderão exigir apenas cópia simples de documentos.

Economia prepara norma para permitir assembleias de acionistas pela internet

Proposta está em consulta pública e prevê requisitos mínimos para o sistema online que for utilizado, além da garantia que todos acionistas, sócios ou associados tenham condições tecnológicas de participar. 

Cadastro dos cidadãos ganha primeiras regras e órgãos têm 90 dias para classificar dados




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G