Clicky

GOVERNO

Economia será o 'tinder' do financiamento para evitar desperdício no governo digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 30/04/2021 ... Convergência Digital

Voltada a projetos estaduais e municipais, a linha de financiamento de US$ 1 bilhão criada pelo BID, batizada Brasil Mais Digital, terá acompanhamento e triagem pelo governo federal. Além da dinâmica de avalista para empréstimos internacionais, a ideia é evitar a duplicação de esforços na digitalização dos serviços públicos. 

“A secretaria [de governo digital] será ouvida para uma análise especializada, para recomendar aprovação ou ajustes. E isso é ótimo porque nos dá a oportunidade de sincronizar investimentos. Não faz sentido um estado investir em uma identidade digital se já temos uma no governo federal. Não faz sentido dois municípios gastarem o mesmo dinheiro duas vezes para desenvolver uma plataforma de gestão de tributo municipal – faz sentido um usar do outro e usar essa linha para ter o compartilhamento de soluções também”, afirma o secretário de governo digital, Luis Felipe Monteiro. 

O eixo principal dessa linha de financiamento é fomentar a oferta de serviços públicos por meios digitais. Mas também prevê aplicação em projetos de formação e capacitação de pessoal, de adoção de novas tecnologias pelo setor privado, além de investimentos em infraestrutura básica de conectividade. 

Como o foco é em projetos municipais ou estaduais, a intenção é que a operacionalização dos empréstimos conte com parceria de instituições nacionais ou regionais, mais próximas da realidade local, inclusive para o próprio desenho dos programas a serem contemplados. 

“Somos o ‘tinder’ do financiamento. A gente verifica a sinergia entre quem quer executar e o BID que fomenta o recurso. Então a gente passa a ser um promotor disso junto a estados e municípios. Claro que isso exige um operador local. E ainda estamos estruturando com o BID a possibilidade de algum banco nacional de desenvolvimento nos ajudar, de forma que a operação desce mais um nível, para ter escritórios locais, para ajudar a conceber os projetos e até para fazer projetos menores”, completa Monteiro.Assistam como vai funcionar as ações do governo para evitar o desperdício de verba.


Dell: proteção de dados exige pilares na segurança cibernética

“Ataques estão mais sofisticados enquanto as pessoas e as empresas mais expostas. Precisamos de avançar na cultura da segurança cibernética”, observou o diretor da Dell para setor público, Bruno Assaf.

Plano do Ceitec é manter 105 empregados até leilão da estatal em setembro

Em audiências de conciliação no TRT-RS, trabalhadores defenderam a transferência, mas governo ainda resiste à proposta. Estatal em liquidação insistiu na demissão de 33 funcionários, suspensa pela Justiça.

ANPD define listas tríplices para vagas no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Dos 122 indicados, Autoridade aprovou 39, de onde sairão os 13 escolhidos pelo presidente Jair Bolsonaro.  Brasscom, Federação Assespro, ConTIC e Feninfra estão entre os selecionados.

LGPD: cidadão vai controlar dados pessoais pelo portal Gov.br

Promessa é secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. Plataforma permitirá ao cidadão revogar autorizações, ou reclamar à CGU.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G