GOVERNO » Compras Governamentais

Compras públicas: regras mudam e ampliam o uso do pregão eletrônico

Convergência Digital* ... 23/01/2020 ... Convergência Digital

A Secretaria de Gestão do Ministério da Economia realizou uma reunião para discutir com fornecedores que já vendem para o governo federal e para futuros interessados em atuar em licitações e contratos as mudanças nas compras públicas. O objetivo foi estabelecer diálogo com as empresas fornecedoras, possibilitando identificar soluções inovadoras, reduzir a assimetria de informações e conhecer melhor a dinâmica de funcionamento do mercado que abastece os diversos órgãos do setor público.

O secretário adjunto de Gestão, Renato Fenili, destacou recentes alterações nas legislações da área de compras públicas governamentais e o impacto dessas medidas nos órgãos e no mercador fornecedor. “Estamos investindo em políticas de compras públicas no formato digital, isso em um país que ainda realiza um grande volume de aquisições dentro de um modelo analógico. Precisamos preparar os órgãos públicos, inclusive os municipais, para essa mudança de paradigma”, destacou.

Em 2019, o governo federal publicou o Decreto 10.024/19, que trouxe uma série de mudanças para a realização de pregões na forma eletrônica. Fenili destacou o impacto da obrigatoriedade do uso do pregão eletrônico para estados e municípios que recebem recursos por meio das transferências voluntárias da União.

A partir de 3/2, municípios acima de 50 mil habitantes e entidades da respectiva administração indireta passarão a adotar a nova regra. “Teremos um grande crescimento do pregão eletrônico. Os municípios terão que se preparar para cumprir a nova medida e, com isso, a expectativa é que a utilização do pregão eletrônico se torne padrão nas compras públicas brasileiras”, disse.

Durante o evento, os fornecedores  esclareceram dúvidas sobre o novo regramento. O intuito é que, ao longo de 2020, a Secretaria de Gestão realize outros debates com representantes de empresas fornecedoras com o objetivo de aperfeiçoar a construção e a implantação de políticas de compras no governo federal.

* Com informações do Ministério da Economia


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

PGFN concede poderes ao BNDES vender o Serpro

A fim de privatizar a maior empresa de TI do país, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional delegou competência ao banco de fomento para alienar a participação da União na estatal. 

Governo publica orçamento sem vetos, com menos recursos para MCTIC

Como aprovado em dezembro, Orçamento estipula R$ 11,81 bilhões para a pasta, 22% a menos do que a Lei Orçamentária original de 2019, depois contingenciada para R$ 13 bilhões. 

Governo diz que não vai vender dados de Serpro e Dataprev, mas pode terceirizar custódia

“Vários países não têm empresas de governo mas custodiam dados. Pode fazer isso internamente ou subcontratar”, diz o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. 

Microcity recebe certificação CertiGov

Selo de compliance garante a integridade, a conformidade da empresa e a qualifica a vender ao governo reduzindo riscos nas transações.

Dataprev encerra atuação em 20 Estados e quer demissão de 15% dos empregados

Estatal oficializa o Programa de Adequação de Quadro(PAQ) onde coloca como meta a saída de 493 empregados. Também anuncia a centralização das atividades em sete regiões, onde existem data centers e unidades de desenvolvimento.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G