Clicky

GESTÃO

Empregados da Dataprev entram em greve na véspera do novo Auxílio Emergencial

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/03/2021 ... Convergência Digital

Os funcionários da Dataprev estão em greve a partir desta segunda, 8 de março. Além de reunião com apelos à necessidade de trabalho para a nova etapa do Auxílio Emergencial, a direção da estatal tentou demover a greve sinalizando uma nova mesa de negociações. Mas como se recusou a prorrogar a validade do acordo coletivo vigente, a opção dos trabalhadores foi manter o movimento. 

“Temos uma pauta com diversos itens, mas o plano de saúde se tornou o ponto principal, especialmente neste momento de pandemia e com atendimentos sendo recusados, coberturas negadas e até oxigênio desligado. A Dataprev tem responsabilidade no fim do contrato com a GEAP e as opções de substituição representam cobertura menor e corte nos beneficiários”, afirma uma das coordenadoras da greve, Socorro Lago, da Fenadados. 

As encrencas com o plano de saúde já vêm, pelo menos, de 2019, quando os funcionários foram apresentados a reajuste de 62%. Em 2020, a Dataprev indicou que queria um novo convênio. Em setembro, a GEAP avisou que não tinha interesse em renovar. Em dezembro, os funcionários foram avisados que teriam mais dois meses de plano de saúde. No lugar, a Dataprev ofereceu acordos com operadoras da SulAmérica e Unimed. Mas em novas condições. 

“Pessoas em tratamento de diálise, câncer, Covid-19 ou em home care estão ficando sem atendimento. As novas opções trazem valores muito mais altos, mas não oferecem a mesma cobertura, além de cortar familiares. Os novos planos não aceitam pai e mãe e impõem limites à cobertura dos filhos. Inicialmente nem os aposentados poderiam aderir, mas a Dataprev recuou diante de várias ações judiciais. Podemos discutir o percentual de reajuste, mas queremos a mesma cobertura, seja com a GEAP ou outro plano”, emenda Socorro Lago. 


Com ajuda da IA, Vivo quer recondicionar 1,5 milhão de modems e decodificadores até dezembro

A Vivo recolhe e recupera mais de 100 mil destes equipamentos por mês, que passam por atualização de software, reparos técnicos e estéticos.

Governo indica que vai pagar aluguel para quem comprar sala limpa do Ceitec

MCTI também sugere corte nos recursos para a Organização Social que vai ficar com a propriedade intelectual da estatal liquidada, R$ 30 milhões por ano estimados inicialmente já caíram para R$ 20 milhões.

Governo projeta substituir 53 mil servidores por robôs em 2030

Em 2040, mais de 68 mil servidores aptos a se aposentar poderão ser substituídos pela automação. Em 2050, poderão ser mais de 90 mil, segundo pesquisa feita pela Enap.

ABNT cria nova norma para combate às fraudes, pirataria e lavagem de dinheiro

Associação Brasileira de Normas Técnicas fará o lançamento no dia 07 de junho. Entidade também promove cursos de capacitação em compliance.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G