TELECOM

Rodrigo Abreu assume a presidência da Oi em 31 de janeiro

Ana Paula Lobo* ... 12/12/2019 ... Convergência Digital

O Conselho de Administração da Oi, em reunião realizada no dia 10 de dezembro, confirmou o que o mercado sempre especulou: Rodrigo Abreu assume a presidência da Oi no dia 31 de janeiro. A nomeação dele foi divulgada em fato relevante enaminhado à Comissão de Valores Mobiiários. Nesta semana, a Oi comunicou a saída de Eurico Teles do cargo no dia 30 de janeiro.

Abreu já foi presidente da TIM, e agora, assume a Oi para tirar a operadora da recuperação judicial e reencontrar o equilíbrio financeiro. Rodrigo Abreu chegou à Oi em setembro de 2018 no Conselho de Administração quando ainda estava à frente da Quod, bureau criado pelos bancos para cuidar do cadastro positivo.

Coordenou o comitê de transformação, estratégia e investimentos e desenhou o plano de reestruturação da Oi, que passa pela venda de ativos - como torres, data centers e, até mesmo, da operação móvel - à espera da regulamentação do novo marco legal de Telecomunicações. Em setembro, assumiu a função de COO da Oi.

No comunicado ao mercado, a Oi informa que o Ministério Público e o juízo da Recuperação Judicial, a 7ª Vara Empresarial do Estado do Rio de Janeiro, “tomaram formalmente ciência da indicação nesta quinta-feira 12/12".

*Com informações da CVM


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Dataprev contrata Claro por R$ 236 mil para ter fibra ótica no Rio de Janeiro

Contrato, publicado no Diário Oficial da União, prevê a interligação dos prédios do data center da estatal de TI no Rio de Janeiro à filial na mesma cidade, no bairro de Botafogo.

Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

Ex-deputado Daniel Vilela vai presidir a Aliança Conecta Brasil F4, que nasce com apoio da Huawei, FiberX e da consultoria Teleco, mas quer novos associados. “Não existe economia digital sem infraestrutura”, afirma.

Consumidores: Banda larga é o serviço com menor satisfação, celular o melhor

Para a Anatel, como o padrão de consumo exige estar sempre online, percepção de qualidade é especialmente rigorosa com a conexão à internet.

Decreto da nova Lei de Telecom depende de acerto sobre renovação de frequências

“Entendemos que é melhor que a Lei também seja aplicada para os contratos vigentes e estamos tentando construir uma posição única de governo”, explica o secretário executivo do MCTIC, Julio Semeghini. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G