30/04/2020 às 13:25
Gestão


Economia de R$ 38 bilhões em serviços vai atrair estados e municípios para a transformação digital
Luís Osvaldo Grossmann

A publicação da Estratégia de Governo Digital, por meio do Decreto 10.332/20, nesta quarta-feira, 29/04,  é um guia não apenas para a administração federal, mas busca dar norte para que estados e municípios também aprofundem o processo de digitalização. Além das 58 iniciativas listadas, há um argumento forte para incentivar a transformação digital dos entes federados: a expectativa de que esse movimento reduza R$ 38 bilhões em custos.

“Já temos mais de R$ 2,2 bilhões de reduções de custos com mais de 650 serviços transformados de janeiro de 2019 até agora. Estimamos que a estratégia de transformação digital vai gerar, em cinco anos, uma economia na operação do governo em torno de R$ 38 bilhões. É um numero expressivo que não apenas melhora a eficiência do governo, mas melhora substancialmente a percepção da população”, afirma o secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro, que concedeu entrevista exclusiva ao Convergência Digital.

Se o exemplo já serve de incentivo, há também ações diretamente relacionadas à integração com as administrações regionais e locais. “A Estratégia de Governo Digital traça a ação de transformação digital não apenas do governo federal, mas também de estados e municípios. E por meio da Rede.Gov.Br ela permite que a Secretaria de Governo Digital ofereça plataformas diretamente aos estados e municípios. Um exemplo é o login único, que já tem 60 milhões de brasileiros cadastrados, no qual com um único usuário senha acessa todos os serviços públicos. Isso já é adotado por vários estados e é o instrumento para cooperação inter federativa e troca não apenas de cultura mas de métodos e de tecnologia.” Assistam o trecho da entrevista com Luis Felipe Monteiro.


Powered by Publique!