Convergência Digital - Home

LGPD obriga as empresas a quebrar ‘silos de dados’

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 25/06/2019

Os modelos tradicionais, mesmo com aplicação tecnológica, foram criando ilhas isoladas de dados dentro da mesma instituição. Mas isso tende a mudar com a transformação digital e, especialmente, com a entrada em vigor no País da Lei Geral de Proteção de Dados.

“O desafio que a LGPD traz para as empresas em geral, e em particular para as instituições financeiras, é quebrar os silos que existem dentro das organizações. É comum que por conta de investimentos históricos em tecnologia sejam geradas estruturas isoladas”, avaliou o diretor de Cibersegurança e Privacidade da Capgemini, Leonardo Carissimi, em entrevista concedida durante o CIAB Febraban.

São movimentos que vão exigir mudanças de diferentes atores no ecossistema. Especialmente para aqueles prestadores que não têm presença internacional e que, portanto, ainda não foram obrigados a incorporar obrigações previstas, especialmente, na General Data Protection Regulation da União Europeia. Assistam à entrevista com Leonardo Carissimi, da Capgemini.


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Embratel centraliza dados do ministério da Saúde na nuvem

Os dados do Portal do Ministério da Saúde, do Portal Coronavírus e e-SUS-VE foram 100% migrados para a nuvem da Embratel. Entre os aplicativos migrados está o CoronavírusSUS. Os apps de saúde já atingiram picos de mais de 80 milhões de acessos diários.

Compartilhamento de dados fomenta o big data no governo federal

A TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que ainda há muito por usar em análise de dados no governo. O MPF foi o maior utilizador dos dados para análise. O Executivo ficou com apenas 20%. Serviços na nuvem também ficam aquém do desejado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site