NEGÓCIOS

TI fica ainda mais estratégica na disrupção digital

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 28/06/2019 ... Convergência Digital

O foco na experiência dos clientes muda o cenário competitivo do mercado financeiro, que passa a contar com ferramentas digitais disponíveis na palma da mão. E nesse campo, a tecnologia da informação é uma ajuda aos bancos tradicionais para identificarem onde é preciso transformação que os aproxime das novas demandas.

“Temos o desafio de ajudar os grandes bancos a entender qual a cadeia de valor do cliente e onde estão as fragilidades dessa cadeia. Porque onde existe um elo mais fraco, pode haver uma disrupção grande e entrar uma fintech, uma startup. Estamos tentando ajudar com ferramentas a entender onde está essa fragilidade e como os bancos podem se defender”, afirma o vice presidente de serviços financeiros da BRQ, José Antonio Afonso Pires.

E aí cabem todas as modernas ferramentas. “IA, Big Data, tudo é um meio de chegar ao cliente. A experiência do cliente é o mais importante, mais que a tecnologia de fato. Temos que entender o que o cliente precisa, o que ele deseja. A tecnologia é um caminho.” Assistam a entrevista.


Clientes acusam NegocieCoins, do Banco Bitcoin, de sumir com dinheiro das contas

Apesar de ter 200 ações correndo na Justiça, na sexta-feira, 09/08, a corretora seguia vendendo bitcoins operando um volume de R$ 3,2 milhões. Companhia diz ter sido alvo de uma tentativa de fraude, em processo de investigação pela Polícia Civil.

Com Brasil à frente, investimentos em busca de “unicórnios” são recorde na América Latina

Os investimentos de venture capital quadruplicaram, para US$ 2 bilhões, nos últimos dois anos. Valor já superado em sete meses de 2019.

Justiça não pode relativizar registro concedido pelo INPI

A 2ª Câmara de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo entendeu que empresa de alimentos não poderia usar nome ‘Natura’, como reclamou a empresa de cosméticos. 

Passa a valer obrigação de reportar à Receita a compra e venda de criptomoedas

O Fisco relata que o mercado de moedas digitais no Brasil possui mais investidores que a Bolsa de Valores de São Paulo (B3), que têm cerca de 800 mil pessoas cadastradas. Além disso, esse mercado movimentou, apenas em 2018, mais de R$ 8 bilhões no país.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G