Clicky

Para TIM, 5G não comporta neutralidade de rede

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/09/2020 ... Convergência Digital

Sete anos e duas gerações tecnológicas depois, o setor de telecomunicações volta a reunir argumentos contra a neutralidade de rede como fazia antes da votação do Marco Civil da Internet, a Lei 12.965/14. Nesta terça, 22/9, ao discutir os desafios à implantação do 5G no Brasil, no Painel Telebrasil 2020, o vice presidente de assuntos regulatórios da TIM, Mario Girasole, voltou à carga. 

“Na medida que o 5G terá como grande capacidade dedicar os recursos necessários aos serviços apontados, o network slicing [fatiamento de rede], a neutralidade de rede como descrita hoje nas normas brasileiras é incompatível com o 5G”, afirmou o executivo. Como insistiu o vice presidente da TIM no debate sobre o Modelo do Leilão do 5G no Brasil, “as normas envelhecem e temos que encontrar uma forma de garantir a competição e a não-discriminação, mas que não seja entrave para o adequado uso e desenvolvimento da tecnologia”. 

É uma cantilena conhecida, usada na época para sugerir que os investimentos seriam prejudicados pelo conceito de que todos os pacotes são iguais perante à rede. O 4G chegou e as próprias operadoras foram as primeiras a anunciar que nunca investiram tanto. Como o próprio Marco Civil prevê discriminação de tráfego a partir de “requisitos técnicos indispensáveis à prestação adequada dos serviços e aplicações”, não há registro de investimentos que deixaram de existir. 

Justiça seja feita, foi o próprio Mario Girasole que, lá nos idos de 2013, durante a Futurecom daquele ano, tratou de esclarecer a todos exatamente o que significa falar de neutralidade de rede: “Não estamos falando de liberdade, mas sim do velho e bom dinheiro, de modelo de negócios.”


Internet Móvel 3G 4G
TIM entra na disputa pela gestão da iluminação pública com rede de IoT

Operadora fechou parceria com a M2M Telemetria para participar dos principais projetos voltados à nova gestão dessa infraestrutura pública. Tele conta com a cobertura da rede dedicada de NB-IoT, no 4G, presente em 3460 cidades do país.

Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

Estudo indica valores semelhantes aos projetados pela Anatel, de R$ 1,1 bilhão para o uso de filtros e R$ 1,8 bilhão para mudança da recepção de antenas para a banda Ku.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.

TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

Operadora informa que vai ter o 5G DSS em 12 capitais para testes em bairros, mas sustenta que a transparência é crucial. "O 5G DSS tem latência do 4G", afirma o CTIO, Leonardo Capdeville. Nas capitais, o 5G DSS será exclusivo para mobilidade. O acesso banda larga fixa - FWA - continuará em piloto.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G