GOVERNO » Compras Governamentais

Mais de 2 mil municípios aderem ao portal federal de compras públicas

Convergência Digital* ... 17/07/2020 ... Convergência Digital

O portal de compras públicas do governo federal já é a ferramenta de pregões eletrônicos usada em 2.160 municípios, segundo informa a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia. A presença das cidades no portal Comprasnet duplicou nos 10 meses desde setembro de 2019, quando um Decreto presidencial passou a exigir a modalidade de compras online quando usado dinheiro de transferências da União. 

“O sistema é gratuito e o maior do país na área de aquisição de bens e serviços. Estamos passando por uma revolução desde a publicação do novo Decreto do Pregão. Temos recebido muitos pedidos de adesão”, afirmou o secretario Cristiano Heckert, durante seminário pela internet para ajudar os recém chegados ao portal de compras.

O uso obrigatório do pregão eletrônico nessas contratações foi estabelecido pelo Decreto nº 10.024/19. As cidades com menos de 15 mil habitantes são o último grupo a ter de utilizar essa modalidade em suas aquisições de bens e serviços realizadas com recursos de transferências voluntárias. Com isso, essa exigência passou a valer para todos os estados e municípios.

O portal está sendo reestruturado para uma versão 4.0, com investimento de R$ 11 milhões em uma parceria com o Sebrae. A promessa é de que novos módulos serão mais intuitivos e fáceis, o que deve ajudar na presença maior de pequenas e médias empresas nos pregões. Ferramentas de inteligência artificial também ajudam pregoeiros nas negociações com fornecedores e confirmação de dados.

* Com informações do Minstério da Economia


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Adiamento de tributos do Simples termina em setembro

A partir de outubro voltam os prazos de recolhimento adiados como medida durante a pandemia de Covid-19.

STJ nega envio de 'Caixa de Pandora' para Justiça Eleitoral

Quarta Turma do Supertior Tribunal de Justiça autorizou, no entanto, nova perícia nos vídeos que flagraram, em 2009, empresários de tecnologia da informação pagando propina a integrantes do governo do Distrito Federal. 

MCTI e MCom vão compartilhar orçamento até 2021

Portaria interministerial foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Até junho de 2021, os recursos serão compartilhados e será criado um Centro de Custos para a divisão dos gastos entre os dois ministérios, até a definição do orçamento de 2021.

TICs ganham fôlego com retirada do pedido de urgência da reforma tributária

Decisão agrada as empresas de software e serviços e ao mercado de telecomunicações. Isso porque a proposta de unificação do PIS e da Cofins, com elevação da alíquota para 12%, seria prejudicial para o setor, que pagaria ainda mais imposto.

Governo restringe o que ministros e secretários podem falar sobre estatais

Decreto altera o Código de Conduta da Alta Administração Federal para vedar divulgação de “informação que possa causar impacto” nas ações ou relações com consumidores, mercado e fornecedores. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G