TELECOM

Brasileiro cada vez mais abandona a telefonia fixa

Ana Paula Lobo ... 06/03/2020 ... Convergência Digital

O brasileiro está desistindo de vez da telefonia fixa. De janeiro de 2019 a janeiro de 2020, de acordo com dados da Anatel, foram desativadas 4,13 milhões de linhas fixas. A região Nordeste foi onde houve o maior porcentual, 12,5%. Na região Sudeste, o porcentual ficou em 10,4%. Ao Ao final do mês havia no país 32,95 milhões de assinantes, 553 mil a menos que em dezembro de 2019 – uma retração de 1,65%.

A queda da telefonia fixa começou em 2014, quando chegou a pouco mais de 44 milhões de linhas ativas. A substituição da linha fixa pela móvel - com a massificação do 3G e depois do 4G - é uma realidade, principalmente, entre a população de menor renda econômica. A queda atinge tanto as concessionárias quanto as autorizadas.

Nas áreas de concessão, houve 293,4 mil desligamentos em janeiro. Em relação ao primeiro mês do ano em 2019, houve retração de 14% nas linhas das concessionárias, ou 2,8 milhões de desligamentos. As concessionárias somaram 17,8 milhões de clientes. Já as autorizadas desligaram 259,6 mil usuários em janeiro. Em relação a janeiro de 2019, foram 1,24 milhão de cancelamentos. Ao final de janeiro deste ano, as autorizada tinham 15,13 milhões de clientes.

No market share, as concessões respondem por 54,1% do mercado e as autorizadas por 45,9%. A Vivo detém 32% do mercado (10,53 milhões de clientes), enquanto a Oi tem 30,6% (10,08 milhões) e a Claro, 29,4% (9,69 milhões). A Algar possui 3,9% (1,27 milhão), e a TIM, 3,2% (1,06 milhão).


Internet Móvel 3G 4G
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

O diretor de Políticas Públicas, Giuseppe Marrara, deixa claro que a digitalização da infraestrutura de telecomunicações do Brasil é estratégico para os negócios da companhia. "O 5G é um dos passos e, tirando os rádios, estamos disputando em todas as outras etapas", sustentou.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Por novo plano de recuperação judicial, Oi adia divulgação de resultados

Operadora deveria divulgar os resultados do primeiro semestre nesta quinta-feira, 28/05, mas adiou para 15 de junho. Mas para conter especulações, Oi disse à CVM que possui R$ 6,31 bilhões no caixa.

STF usa caso de lei paulista para cassar decisões sobre antenas no Rio, Minas e DF

Relator de três ações similares, Gilmar Mendes adotou o mesmo entendimento firmado pelo Supremo quando derrubou legislação estadual de São Paulo que restringia instalação de antenas de celular. 

Algar Telecom contabiliza aumento de 26% na carteira de clientes B2B

Operadora diz que não sentiu efeito da Covid-19 nos resultados do primeiro trimestre, mas reforçou o caixa como forma de precaução, com a emissão de R$ 150 milhões em debêntures em abril. O objetivo da captação foi garantir um colchão para “o cenário de incertezas”.

MPF quer que STF autorize acesso a dados de celular sem ordem judicial

Para MPF, é lícito extrair informações dos aparelhos no momento da prisão de suspeitos. 




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G