Home - Convergência Digital

Interesse da Vivo na operação móvel da Oi depende do leilão do 5G

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 29/10/2019

Com o destino da Oi de novo na mira das especulações, o presidente da Vivo, Christian Gebara, afirmou nesta terça, 29/10, ao participar do Futurecom, que avalia a possibilidade de ficar com parte dos ativos da Oi, especialmente na telefonia móvel, por conta das radiofrequências. Mas reconhece que primeiro é preciso que exista o interesse na venda. 

“Como player líder do mercado, uma empresa de capital aberto, sempre temos que olhar os ativos disponíveis. Com certeza, se esse ativo estiver à venda, a gente vai analisar, como analisamos vários outros ativos que estiveram disponíveis no mercado ao longo dos últimos anos”, afirmou o executivo. 

Além disso, insistiu o presidente da Vivo, também é importante que se verifique se ainda será mantido o interesse na compra de tal ativo mesmo diante de uma grande venda de espectro no futuro próximo. 

“Se a discussão é se a frequência da Oi interessa, a resposta não é simples. Vai ter um leilão de 5G onde também vão ser oferecidas frequências em 700 MHz e 2,3 GHz, que são frequências também usadas no 5G. Depende de todo esse panorama entre o que vai ser leiloado e que ativos móveis eventualmente vão ser vendidos”, completou. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/12/2019
Rodrigo Abreu assume a presidência da Oi em 31 de janeiro

12/12/2019
Oi Futuro e Sebrae lançam edital de aceleração para empreendedores

10/12/2019
Oi diz que teve prejuízo com o que Lava Jato chama de favorecimento

10/12/2019
Eurico Teles deixa o comando da Oi em 30 de janeiro

09/12/2019
Rede da Oi em evento de cultura geek trafegou 44 Terabytes de dados

06/12/2019
Oi pede prorrogação da Recuperação Judicial

04/12/2019
Rodrigo Abreu: "Não haverá 5G sem passar pela rede da Oi"

04/12/2019
Oi vira integradora nacional de serviços digitais de TI

02/12/2019
Oi triplica prejuízo e admite vender operação móvel

25/11/2019
Oi vai propor grupamento de ações se preço não subir acima de R$ 1

Destaques
Destaques

Redes privadas no 5G impulsionam o crescimento econômico do País

“Nas quatro verticais indicadas pelo governo as redes privadas podem ter impacto forte. Por isso a abertura regulatória é muito importante”, defende a gerente da Qualcomm, Milene Pereira. 

Teles não podem repetir 4G e serem engolidas pelas OTTs no 5G

“A gente não pode perder o bonde da aplicação, como aconteceu com Netflix, Spotify, Google, YouTube. Precisamos participar da cadeia de faturamento”, afirma o consultor de telecom da Claro, Carlos Alberto Camardella. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site