Clicky

Oi recebe primeira parcela, R$ 861 milhões, da venda de torres

Luís Osvaldo Grossmann ... 31/03/2021 ... Convergência Digital

A Oi anunciou ter concluído a venda das torres móveis à Highline do Brasil. Dessa forma, a totalidade das ações de emissão da SPE Torres foi transferida para a Highline, que realizou na terça, 30/3, o pagamento da primeira parcela, à vista e em dinheiro, de R$ 861,758 milhões.

O valor total do negócio é de R$ 1 bilhão. Segundo fato relevante divulgado pela Oi na noite de terça, o saldo remanescente será pago após as apurações e “ajustes usuais” previstos para neste tipo de operação.

A unidade vendida, além das torres, engloba 220 antenas internas em shoppings centers, uma em hospital e outra em estádio. A Highline é um veículo de investimento especializado em infraestrutura do fundo norte-americano Digital Colony. 

Segundo a Oi, "a conclusão da Operação representa a implementação de mais uma etapa do Plano de Recuperação Judicial e do Plano Estratégico de Transformação da Oi, visando assegurar à Companhia maior flexibilidade e eficiência financeiras e sustentabilidade de longo prazo, com o seu reposicionamento no mercado e sua conversão na maior provedora de infraestrutura de telecomunicações do país, a partir da massificação da fibra ótica e internet de alta velocidade, do provimento de soluções para empresas e da preparação para a evolução para o 5G, voltada para negócios de maior valor agregado e com tendência de crescimento e visão de futuro". 


Internet Móvel 3G 4G
TIM cansa de esperar teles e faz carreira solo na carteira digital

"Continuo achando que o negócio seria muito melhor se todas estivessem juntas e nossa plataforma é aberta. Se elas quiserem vir, estamos prontos para receber", afirmou o CEO Pietro Labriola. A TIM não teme a competição do WhatsApp. Expectativa é ter a carteira digital ainda neste semestre.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

STF derruba lei municipal que impedia antena de celular a 100 metros de residências

Sob a justificativa de impedir exposição a campos eletromagnéticos, Lei de Valinhos (SP), de 2018, proibia infraestrutura de telecomunicações próximas a casas, parques, jardins e áreas de preservação. 

CADE aprova compra de torres da Vivo pela American Tower

Transação, anunciada em janeiro, prevê a aquisção das torres da Telefónica (Vivo) no Brasil, Espanha, Alemanha, Argentina, Chile e Peru pelo valor de 7,7 bilhões de euros. Transação foi questionada por concorrentes.

Algar é autorizada a emitir R$ 1,5 bi em debêntures incentivadas. BTG investe na área

Depois de a TIM ser autorizada a captar R$ 5,7 bilhões chegou a vez da operadora, com sede em Uberlândia. E liberação de recursos fez o BTG criar o o Fundo Incentivado de Investimento em Infraestrutura (FI-Infra).

T-Mobile já demitiu 5 mil empregados desde a compra da Sprint

Nos Estados Unidos, telefonia móvel encolheu de quatro para três empresas de abrangência nacional com a compra da quarta operadora.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G