TELECOM

Leilão 5G terá mínimo de 50 MHz para cada licitante

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 12/11/2019 ... Convergência Digital

O assessor do conselheiro da Anatel, Hermano Tercius, representou o conselheiro da Anatel, Vicente Aquino, que apresentou a proposta do edital 5G, no XII Seminário TelComp 2019, que acontece nesta terça-feira, 12/11, em São Paulo. Num tom acima - e num ambiente favorável à proposta de participação das empresas de Internet -  Tercius buscou rebater as críticas feitas ao modelo desenhado e que será validado ou não pelo conselho diretor da Anatel.

"O modelo não é uma invenção brasileira. Outros países estão fazendo da mesma forma, como a Itália", disse. Tercius também negou a fragmentação do espectro. "O mínimo a ser comprado será de 50 MHz e de forma continuada. Então não há a possibilidade de se ter espectros não continuados. O 5G não funciona assim. 5O Mhz é o mínimo necessário e o licitante poderá definir quanto quer até chegar aos 120 MHz", detalhou o assessor do conselheiro Vicente Aquino. Outro ponto importante colocado: o 5G não será apenas banda larga aprimorada, mas há novas aplicações que exigem menos espectro como Internet das Coisas.

Na visão do relator, três operadoras nacionais vão coexistir -  uma com 100 MHz e outras duas com 80 Mhz e 70 MHz, respectivamente, caso a faixa especial para as empresas de Internet seja mantida pelo conselho diretor da Anatel. "Não vejo esse leilão sem essa faixa dedicada para as empresas de Internet. Fizemos a divisão de 14 regiões, com o filé com osso: ou seja quem comprar o Norte vai levar São Paulo ou Rio de Janeiro. Assim a gente viabiliza o investimento. Prevemos de quatro a 10 provedoras no certame", reforçou. Assista a entrevista com Hermano Tercius, assessor do conselheiro Vicente Aquino.


Internet Móvel 3G 4G
Klabin usa drones para prevenção em tempo real

A empresa foi autorizada pela ANAC a operar veículos aéreos não tripulados (VANTs ou drones) sem a necessidade de contato visual constante com uma equipe em terra.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Sem definição no Senado, Carlos Baigorri assume como substituto na Anatel

Nome do superintendente de Outorgas e Recursos à Prestação da agência continua à espera de sabatina, desde outubro de 2019, pela Comissão de Infraestrutura.

Oi, Oi Futuro e Ministério da Cidadania integram Tecnologia à história das Telecomunicações

Espaço MUSEHUM-Museu das Comunicações e Humanidades - utiliza novas tecnologias como realidade vritual, 3D, celular e games para reportar a trajetória do mercado brasileiro.

Rede de IoT da American Tower atinge 220 cidades

Segundo a empresa, rede IoT/LoRaWAN trafegou mais de 1,7 bilhão de mensagens no ano passado, especialmente, nos segmentos de gestão de frota e ativos.

Brasil prepara posição final com relação às políticas para TICs na UIT

Comissão Brasileira de Governança e Regimes Internacionais inicia os debates sobre a posição do País para o Fórum Mundial de Políticas de Telecomunicações de 2021. Evento global debaterá as oportunidades e os desafios para a adoção e o crescimento das novas e emergentes de TICs no mundo.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G