Anatel: Teles precisam ser claras do que querem para Internet das Coisas

Agência Telebrasil ... 09/09/2020 ... Convergência Digital

Espectro é um bem escasso e precisa ser direcionado para aplicações, que de fato podem trazer recursos novos ao País, como é o caso da Internet das Coisas, afirmou o superintendente de Recursos à Prestação da agência, Vinicius Caram. O executivo, ao participar do Workshop Futuras Demandas de Espectro, realizado nesta terça-feira, 08/09, no Painel Telebrasil 2020, fez uma ‘provocação’ aos prestadores de serviço de telecom. “Nós temos uma gama de espectro para SLP (Serviço Limitado Privado) que podem ser utilizadas para IoT. Mas o que o mercado quer? Quais verticais virão? É preciso que haja clareza sobre isso”, declarou.

Para o SLP já estão destinadas as faixas de 250 MHz, podendo utilizar duas portadoras de 5 + 5 MHz; de 2,3 GHz, com 10 MHz para uso preferencial do SLP; faixa de 2,485 a 2,495 MHz; e faixa de 26 GHz com 400 MHz para uso preferencial do SLP. “Com o setor sendo mais claro, poderemos correr atrás de padronização e harmonização do espectro”, observou. Há outras faixas em avaliação para SLP, como blocos nas frequências  de 410 MHz, de 1,5 GHz, a de 3,5GHz, e de 4.8 GHz.

Caram também lembrou que está em fase final de avaliação a utilização dos chamados White Spaces. “Esse tema vem sendo discutido muito como TV White Spaces mas eu acho que esse conceito tem de mudar porque boa parte do espectro não vem sendo utilizado e poderia ser viabilizado para várias aplicações”, argumentou.

O superintendente da Anatel considera que a necessidade de uma base robusta de geolocalização para gerenciar esse espectro será um grande desafio para a agência e, informou ainda, que novas faixas estão em análise para uso do Serviço móvel (IMT ), já harmonizadas na última Conferência Mundial (WRC-19), como:  de 1,5 GHz, de 3400 a 3600 GHz e de 4800 a 4990 GHz.

Fonte: Agência Telebrasil


Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

STJ confirma condenação da Telefônica por falta de cartões telefônicos

Multa estipulada foi de R$ 3 milhões, por conta da não venda de cartões indutivos de 20 unidades. Condenação da operadora foi mantida pela 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Em três meses, Anatel e PF apreendem mais equipamentos irregulares que em todo 2019

Somente entre julho e setembro deste 2020 foram 243,7 mil equipamentos sem certificação, entre baterias, carregadores, TV boxes, smartwatches e conversores digitais com Wi-Fi.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G