Home - Convergência Digital

Brasil terá 6,2 bilhões de downloads de aplicações móveis até 2023

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 18/02/2020

O 5G representará mais de 10,6% das conexões móveis do mundo em 2023. A média da velocidade do 5G será de 575 megabits por segundo, ou 13 vezes mais rápida do que a média da conexão móvel, aponta o Cisco Annual Internet Report, relatório anual da fabricante sobre Internet, divulgado nesta terça-feira, 18/02. Com capacidades avançadas de desempenho, o 5G propiciará infraestruturas móveis mais dinâmicas para IA e novas aplicações da IoT, incluindo carros autônomos, cidades inteligentes, saúde conectada, vídeos imersivos e outras.

O levantamento prevê 20 milhões de conexões 5G no mundo. No Brasil, as conexões 5G serão 6% do total de conexões móveis existentes em 2023. A velocidade média do 5G no Brasil será de 595,5 Mbps em 2023. Durante a teleconferência de apresentação dos dados da pesquisa, Hugo Baeta, diretor de vendas para Operadoras da Cisco do Brasil, reforçou que a utilização de aplicativos moveis seguirá com forte demanda.

Redes sociais, streaming e downloads de vídeo, aplicativos de produtividade, comércio eletrônico e jogos vão impulsionar o crescimento das aplicações móveis, com cerca de 300 bilhões de downloads até 2023. No Brasil haverá 6,2 bilhões de downloads de aplicacões móveis até 2023, acima dos 4,9 bilhões registrados em 2018.

Globalmente, o vídeo continuará sendo um forte demandador de conectividade. Em 2023, diz a Cisco, 2/3 das conexões por smart tv vão suportar 4k. No Brasil, 56% das TVs serão 4K em quatro anos. "Uma baixa definição pede 2 Mbps de conexão. O ultra HD 4K vai exigir de 15 a 18 Mbps. É muito dado trafegando", observa Hugo Baeta, diretor de vendas para Operadoras da Cisco do Brasil.

O incremento das conexões também terá um forte impulso dos carros conectados, com um salto de 30% nos próximos quatro anos. "O que temos hoje de funcionalidades ou acessórios nos carros com relação à conectividade, serão, daqui a pouco, recurso a vir de fábrica, produzido em série. Não tenho dúvida que o carro conectado será muito mais comum em 2023", reforçou Baeta.

Conheça as principais projeções da Cisco para o período 2018 a 2023:

Projeções globais de usuários de internet e internet móvel mundiais para 2023

•Mais de 70% da população mundial (5,7 bilhões de pessoas) terá conectividade móvel (2G, 3G, 4G ou 5G).

.66% da população mundial (5,3 bilhões de pessoas) usará internet.

Dados Brasil

•Haverá 199,8 milhões de usuários totais da Internet (92% da população) até 2023, contra 164,5 milhões (79% da população) em 2018.

•Serão 181,1 milhões de usuários móveis totais (84% da população) até 2023, contra 169,7 milhões (81% da população) em 2018.

Projeções globais de dispositivos e conexões para 2023

•Haverá 3,6 dispositivos/conexões em rede por pessoa, e quase 10 dispositivos e conexões por residência.

• Quase metade (47%) de todos os dispositivos e conexões suportarão vídeo.

• As conexões máquina a máquina (M2M) com suporte para uma ampla gama de aplicações de IoT representarão cerca de 50% (14,7 bilhões) do total mundial de dispositivos e conexões.

Dados Brasil

• 3,5 dispositivos de rede per capita até 2023, acima dos 2,4 per capita em 2018.

•76% de todos os dispositivos em rede estarão no segmento de consumo até 2023, em comparação com 81% em 2018.

•24% de todos os dispositivos em rede estarão no segmento de negócios até 2023, contra 19% em 2018.

•No Brasil, os módulos M2M serão responsáveis por 45% (338,9 milhões) de todos os dispositivos em rede até 2023, em comparação com 27% (138,2 milhões) em 2018.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/06/2020
Fake News sobre 5G gera clima tenso nos Estados Unidos

02/06/2020
Verizon e AT&T admitem que venderiam 5G fixo que 'nem água' por conta da Covid-19

01/06/2020
CPQD se filia à consórcio de inovação aberta para o 5G

27/05/2020
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

27/05/2020
Coronavírus atrasa entrega de telefones 5G e impacta venda global de celulares

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site