Home - Convergência Digital

Chinesa Xiaomi promete lançar 10 celulares 5G em 2020

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 22/10/2019

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi planeja lançar mais de 10 telefones 5G em 2020, disse o presidente-executivo Lei Jun, durante conferência mundial de internet na China. No mês passado, a Xiaomi lançou o Xiaomi Mi 9 Pro, o primeiro telefone habilitado para 5G da empresa para o mercado doméstico. 

Segundo o executivo, a demanda pelo telefone excedeu as expectativas e levou a problemas na cadeia de fornecimento. A recepção do dispositivo levou a Xiaomi a lançar modelos 5G para os celulares de todos os níveis de preço no próximo ano. 

“As pessoas do setor temem que no próximo ano os modelos 4G não sejam vendidos, esse é um passo que você não tem escolha a não ser dar”, disse Lei. “Portanto, esperamos que as operadoras possam acelerar sua expansão das estações de 5G”. 

No segundo trimestre, a Xiaomi tinha 11,8% do mercado de smartphones da China, ante 13,9% no ano anterior, de acordo com a empresa de pesquisa Canalys. A empresa detém cerca de 10% do mercado global de celulares.. 

Todas as outras principais marcas chinesas sofreram com vendas em declínio, à medida que os consumidores procuravam a Huawei, impulsionados em parte pelo patriotismo. A fabricante de celulares tornou-se o centro das tensões entre a China e EUA em maio, quando Washington pediu efetivamente às empresas norte-americanas que deixassem de lhe fornecer peças. 

No entanto, a Xiaomi obteve sucesso na Europa, onde continua sendo um player relativamente novo. A participação de mercado da empresa na região no segundo trimestre atingiu 9,6%, acima dos 6,5% do ano anterior, tornando-a uma das marcas de telefone que mais crescem na região. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2020
Anatel convoca fabricantes, teles e fornecedores para evento sobre 5G

19/02/2020
CCT do Senado cria subcomissão para acompanhar leilão do 5G

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

19/02/2020
Itamaraty: Norma para fatiar fornecedores no 5G é dispensável

19/02/2020
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

18/02/2020
Senado chama GSI, Anatel e Huawei para debater disputa entre EUA e China pelo 5G

18/02/2020
Brasil terá 6,2 bilhões de downloads de aplicações móveis até 2023

17/02/2020
Claro, Ericsson e Qualcomm fazem teste de compartilhamento dinâmico de espectro 5G na AL

17/02/2020
Consulta sobre edital do 5G começa a receber sugestões

Destaques
Destaques

Governo do Brasil ainda avalia restringir Huawei na implantação do 5G

MCTIC estuda a publicação de um novo Decreto, ou em forma de Portaria, com normas para cibersegurança específicas para o setor de telecomunicações. A estratégia Nacional de Segurança Cibernética, recém-lançada pelo Governo, tratou - de forma genérica- o tema 5G.

5G exigirá uso de requisitos mínimos de Segurança Cibernética

Tecnologia é apontada como 'uma revolução na comunicação de dados, no potencial de emprego de equipamentos de Internet das Coisas e na prestação de novos e disruptivos serviços".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site