Clicky

GOVERNO

BNDES busca consultorias para dar preço à venda da Telebras

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/05/2021 ... Convergência Digital

Com privatização prevista para 2022, a Telebras é alvo de duas consultas do BNDES, que busca empresas interessadas em realizar o trabalho de precificação e auditoria na estatal. As consultorias que queiram atuar na venda da estatal de telecomunicações devem se manifestar até 19 de maio. 

Como informa o BNDES, o objetivo das RFIs 17/2021 e 18/2021 é mapear as empresas que possuem as competências necessárias para elaboração dos “estudos especializados necessários à desestatização da Telebras para instruir futuras contratações”.

A primeira dessas consultas de propostas (RFI 17/21) tem foco no serviço de avaliação econômico-financeira independente. A segunda (RFI 18/21), é mais ampla e envolve auditorias, comparações internacionais e estudos sobre eventuais alternativas à privatização: 

“Avaliação Econômico-Financeira; ‘due diligence’ jurídica; ‘due diligence’ contábil-patrimonial; diagnóstico técnico-operacional; diagnóstico de recursos humanos atuarias e previdenciários; estudos de mercado e da empresa; diagnóstico setorial nacional e internacional; estudo regulatório; proposição de alternativas de desestatização; modelagem da desestatização; e, ainda, outros serviços profissionais especializados.”

Como indica o BNDES em ambas as RFIs, a busca é por “empresas que apresentem um conjunto robusto de experiências no item supracitado, especialmente em projetos de Ofertas Públicas/M&A e/ou em projetos do setor de telecomunicações”.


Plano do Ceitec é manter 105 empregados até leilão da estatal em setembro

Em audiências de conciliação no TRT-RS, trabalhadores defenderam a transferência, mas governo ainda resiste à proposta. Estatal em liquidação insistiu na demissão de 33 funcionários, suspensa pela Justiça.

ANPD define listas tríplices para vagas no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Dos 122 indicados, Autoridade aprovou 39, de onde sairão os 13 escolhidos pelo presidente Jair Bolsonaro.  Brasscom, Federação Assespro, ConTIC e Feninfra estão entre os selecionados.

LGPD: cidadão vai controlar dados pessoais pelo portal Gov.br

Promessa é secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. Plataforma permitirá ao cidadão revogar autorizações, ou reclamar à CGU.

Economia será o 'tinder' do financiamento para evitar desperdício no governo digital

“Não faz sentido um estado investir em uma identidade digital se já temos uma no governo, ou dois municípios gastarem com plataforma de gestão de tributo local”, explica o secretário Luis Felipe Monteiro.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G