Home - Convergência Digital

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Convergência Digital* - 27/05/2020

Uma pesquisa realizada pelo LinkedIn, que ouviu 2 mil profissionais em regime de home office na segunda quinzena de abril, aponta que 62% das pessoas estão mais ansiosas e estressadas com o trabalho do que antes da pandemia do novo coronavírus. Segundo o estudo, para o brasileiro, a falta de interação com os colegas de trabalho tem sido impactante: 39% dos entrevistados se sentem solitários, 30% afirmam estarem estressados pela ausência de momentos de descontração no trabalho e 20% sentem-se inseguros por terem dificuldades em saber o que está acontecendo com seus colegas de trabalho e sua empresa.

Por outro lado, a falta de interação com os colegas e, consequentemente, redução das interrupções relacionadas ao ambiente do escritório, faz com que 33% considerem que estão mais produtivos. Entretanto, não é só a saúde mental que está sendo afetada, a física também sofreu impacto com a chegada da quarentena: 43% dos entrevistados estão se exercitando menos e 33% disseram ter o sono afetado negativamente.

Horas extras

O regime de teletrabalho também tem significado horas extras para muitos profissionais. Segundo o levantamento, 68% dos brasileiros que estão trabalhando de casa, tem trabalhado pelo menos 1 hora a mais por dia, com profissionais chegando a trabalhar até 4 horas a mais/dia (21%).

Além disso, trabalhar em casa impõe outro desafio para os profissionais: desligar-se das atividades do trabalho. A pesquisa revelou que 24% se sentem pressionados a responder mais rapidamente e estar online por mais tempo do que normalmente estariam. A preocupação de se mostrar ocupado com o trabalho tem relação com o medo de perder o emprego, destacado por 18% dos entrevistados.

Essa pressão também faz com que os profissionais adotem algumas posturas para mostrar, que mesmo em casa, estão trabalhando muito levando 27% a enviar e-mails fora do horário do expediente. Quando o assunto é retorno ao trabalho, 52% acreditam que os contatos com os colegas serão mais frequentes, 41% apostam no uso mais intenso da tecnologia e 28% acreditam que a ansiedade vai diminuir por poderem interagir com outras pessoas ao voltar para o escritório.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/07/2020
Venda digital aumentou 800% no Burguer King com Covid-19

13/07/2020
Receita: está na hora de voltar a acertar as contas com o governo

13/07/2020
Justiça manda Dataprev e Caixa mudarem sistema do Auxílio Emergencial

09/07/2020
Contadores processam Caixa por falhas no sistema do FGTS prorrogado

09/07/2020
Videoentrevistas gratuitas foram usadas em 501 processos seletivos em função da Covid-19

06/07/2020
IA Carol, da TOTVS, liderou força-tarefa por soluções no combate à Covid-19

01/07/2020
Covid-19: ativado o primeiro repositório de dados abertos do Brasil

30/06/2020
Tecnologia foi um dos setores que mais demandou contratação de temporários

29/06/2020
Apenas 15% das PMEs conseguiram crédito durante pandemia de Covid-19

29/06/2020
Autorregulação marca o retorno ao trabalho das empresas de TI em São Paulo

Cientista de dados vai muito além de um analista de BI

São os cientistas de dados que têm capacidade de levar milhares de variáveis em consideração para definir a melhor tomada de decisão, pontua Luiz Malere, gerente de customer advisor e inovação do SAS.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos vigentes

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site