Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Questionada pela Vivo, Dataprev suspende pregão de telefonia e vai mexer no edital

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/10/2020 ... Convergência Digital

A Dataprev suspendeu, pelo menos temporariamente, o pregão para contratar serviços de telefonia, com fornecimento de aparelhos celulares e modems em comodato, para atendimento em Brasília e no Rio de Janeiro. A compra é estimada em R$ 195,5 mil para um contrato de 24 meses. 

Como explicou a Dataprev a esta Convergência Digital, “o pregão foi suspenso para ajustes e adequações no Termo de Referência e para esclarecimentos às questões apresentadas pelas licitantes.  Após as adequações necessárias, o Pregão será republicado”.

Além dos serviços de telefonia em si, o edital prevê o fornecimento de 60 celulares e 10 modems em comodato. E adicionalmente indica a necessidade do fornecimento adicional de 10% desses equipamentos para caso de defeito ou extravio. 

Como demonstra o acompanhamento do pregão no portal Comprasnet, a Telefônica Vivo apresentou questionamentos relacionados aos aparelhos sobressalentes e apresentou como sugestão a redução para 2% do total – portanto, reduzindo os sobressalentes de 6 para apenas 1. A Dataprev respondeu que é muito pouco. 

“Na contratação atual e vigente que a Dataprev possui com outro fornecedor, existe a mesma cláusula, onde durante a gestão do serviço, tem sido de extrema importância a posse dos aparelhos de reserva técnica para a continuidade dos serviços aos usuários, devido as ocorrências de defeito ou extravio”, explicou a estatal. 


STF decide julgar compartilhamento de dados no Governo sem aval judicial

Caso envolve o compartilhamento de dados entre o Ministério Público Eleitoral, Receita Federal e Tribunal Superior Eleitoral. Para o presidente do STF, Luiz Fux, a Corte vai decidir sobre o direito à privacidade, incluído o sigilo fiscal e bancário, sem a autorização prévia judicial.

Bolsonaro recoloca Jarbas Valente no comando da Telebras

Ex-conselheiro e vice-presidente da Anatel deixou a estatal para ser substituído por Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, em abril de 2019, mas, agora, retoma à companhia com a nomeação do coronel para a direção da Agência Nacional de Proteção de Dados.

BNDES vai pagar R$ 8 milhões para preparar a venda do Serpro e da Dataprev

Consórcio vencedor reúne Accenture, a multinacional de RP Burson-Marsteller e o escritório Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados.

Governo alega prejuízo de R$ 10 bi e vai ao STF contra desoneração da folha

Benefício, que acabaria este ano, foi prorrogado para dezembro de 2021, por decisão do Congresso Nacional, que derrubou o veto do governo. A desoneração da folha é considerada essencial para as empresas de TI e Telecom. Governo diz que medida é inconstitucional.

À espera de correção no imposto sobre componentes, indústria maneja estoques

Segundo Abinee, com a demora na publicação de nova resolução Gecex, fabricantes postergaram embarques para evitar imposto de importação. Ministério da Economia diz que novo texto já foi aprovado. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G