Clicky

Convergência Digital - Home

TOTVS cria zona de disponibilidade de nuvem no Nordeste

Convergência Digital
Convergência Digital - 29/04/2021


As novas estruturas tiveram sua expansão iniciada pelas regiões Nordeste, recém-inaugurada em abril, e região Sudeste, que teve a implementação de sua segunda zona na metade do ano passado, totalizando até o momento três zonas de disponibilidade no Brasil. Além disso, a empresa pretende dar continuidade ao processo de expansão em novas localidades ainda este ano, suportando o plano de crescimento do serviço de Cloud da companhia, cuja unidade de negócios vem crescendo aceleradamente.

Ainda no movimento de investimento na tecnologia em nuvem, recentemente, a companhia anunciou o lançamento de uma plataforma completa especializada em gerenciar recursos, segurança, serviços e métricas de produtos TOTVS na nuvem, o T-Cloud. Gustavo Bastos, vice-presidente de Plataformas da TOTVS, explica que ambas iniciativas visam acelerar a cloudficação e digitalização dos clientes e, com isso, expandir e escalar o serviço de cloud da empresa.

"Estes investimentos foram pensados para ampliar a presença de um serviço de nuvem de qualidade para os nossos clientes, independente da região em que se encontram", afirma Bastos. "Isso nos dá a capacidade necessária para contribuir para a digitalização de nossos clientes e, dessa forma, continuar acelerando a expansão do negócio de Cloud", finaliza.

As novas zonas de disponibilidade de nuvem são projetadas sobre estruturas que adotam práticas sustentáveis, com certificação 14001A, que se baseia no padrão internacional definido pela International Organization for Standardization (ISO), que estabelece os requisitos para a correta implantação e operação de um sistema de gestão ambiental sustentável, promovendo a segurança da utilização de energia renovável. A adequação da TOTVS a todas as normas estabelecidas reforça o compromisso da companhia com os pilares ESG.

 


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Por que se tornar uma empresa data-driven?

Data-driven ou orientada a dados. É esse o novo lema das companhias que, cada vez mais, estão armazenando e analisando dados em busca de insights de negócios. Mas o que as empresas devem fazer para abraçarem os dados de forma a promover benefícios estruturais e longevos? A resposta não é simples.

TIM une big data,LPA e robôs para controle do pagamento de impostos

Operadora elegeu a inteligência artificial para processar grandes e complexos volumes de dados com o SAS e a KPMG. Investimento ficou em torno de US$ 500 mil, ou R$ 2,65 milhões, mas parte dele já foi recuperado em pouco mais de seis meses.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site