Clicky

Convergência Digital - Home

Oi fornece 1400 links em 3887 municípios para eleições 2020

Convergência Digital
Da redação - 01/12/2020

A Oi Soluções, provedora e integradora de soluções digitais da Oi para o mercado corporativo, foi a responsável por fornecer redes privadas de comunicação de dados para Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) em 18 estados do país, e links privados de comunicação de dados entre TRE e Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para um estado. Foram mais de 1.400 links para atender a Justiça Eleitoral sobre um backbone de fibra ótica com alta disponibilidade e capilaridade.

Ao todo, 3.887 municípios foram atendidos pela rede da Oi no processo eleitoral. A companhia realizou o trabalho tanto no primeiro quanto no segundo turnos de uma das maiores eleições do mundo. Por meio do seu Centro de Gerência de Rede e de Serviços, a companhia fez o monitoramento de sua rede e dos serviços contratados pela Justiça Eleitoral de forma ininterrupta.

Os estados atendidos pela Oi Soluções para fornecimento de rede privativa de transmissão de dados dos cartórios eleitorais aos TREs foram: Acre, Bahia, Espirito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins. Juntas, elas reúnem mais de 95 milhões dos 148 milhões de eleitores do Brasil. A Oi Soluções também foi responsável pelo fornecimento de rede privativa de transmissão dos dados do TRE do estado do Piauí ao TSE em Brasília.

Além disso, a Oi Soluções também foi contratada para fornecer circuitos de dados para demandas pontuais dos TREs nos seguintes estados: Roraima, Amapá, Pará, Rondônia, Maranhão, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. “A parceria com a Oi foi fundamental para reforçar a segurança dos sistemas eleitorais do tribunal e assegurar um segundo turno tranquilo aos brasileiros”, afirmou Giuseppe Janino, secretário de Tecnologia da Informação do TSE. A estrutura de telecomunicações montada pela companhia operou com 100% de disponibilidade, tanto no primeiro quanto no segundo turno das eleições, em 3.887 municípios nos 18 estados em que a rede da Oi foi disponibilizada para as eleições.

 


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

"Chegamos para brigar com AWS, Google e Azure na nuvem pública", diz José Nilo, da Huawei

Empresa monta o seu segundo data center no Brasil, em local não revelado por segurança, e diz que vai também aumentar presença na oferta de Kubernetes e contêineres, hoje dominada pela Red Hat, da IBM.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.

Dados, quem sabe usar, sobrevive. Quem não sabe, fica fora da corrida!

Por Douglas Scheibler*

Se tem algo que não falta para 2021, são perguntas. Quando teremos a vacina eficaz para a Covid-19? Poderemos encerrar o isolamento social? Retomaremos nossas rotinas normais? Tudo isso ainda não tem resposta. Mas o que norteará a tomada de todas estas decisões, além de muitas outras nos ambientes social, empresarial e pessoal, serão dados. E em relação aos dados, já há tendências bem evidentes.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site