INCLUSÃO DIGITAL

Cabo ou fibra óptica dominam acesso à Internet nos domicílios brasileiros

Por Roberta Prescott ... 28/08/2019 ... Convergência Digital

Quase 40% das conexões à internet nos domicílios brasileiros são feitas via cabo de TV ou fibra ótica. A pesquisa TIC Domicílios 2018, lançada nesta quarta-feira (28/08) pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) mostrou que 62% das conexões nos  46,5 milhões de domicílios com acesso à internet são do tipo banda larga fixa, sendo 39% via cabo de TV ou fibra ótica, 10% via DSL, 6% via rádio e 7% via satélite. 

Quando se analisa o recorte de áreas rurais e urbanas, observa-se que, nas áreas rurais, houve crescimento nas conexões via satélite, passando de 11% em 2017 para 15% em 2018, ao mesmo tempo em que as conexões por rádio caíram de 20% em 2047 para 13% em 2018. Já a fibra ótica ou cabo de TV chegam menos às áreas rurais, mas houve aumento: de 16% na pesquisa de 2017 para 20% na de 2018. 

Para o coordenador da TIC Domicílios, Winston Oyadomari, ao longo da série histórica, observa-se a importância das pequenas empresas de Internet no incremento do uso de fibra ótica. “Entre os conectados, destaque para o que está acontecendo com os tipos de conexão que chegam aos domicílios. Entre 2015 e 2018, houve crescimento da conexão via cabo de TV e fibra ótica e diminuição da conexão via ADSL e linha telefone”, ressaltou, durante a apresentação da pesquisa para a imprensa, nesta quarta-feira 28/08.  “A TIC Provedores 2017 mostrou cenário parecido com isto. De 2014 a 2017, passou de 49% para 78% o porcentual de empresas oferecendo conexão por fibra ótica”, acrescentou o coordenador de projetos de pesquisas do Cetic.br, Fábio Senne.

Assim como em 2017, permanece o porcentual de 10% dos entrevistados que não souberam identificar qual é o tipo de conexão que têm no domicílio. As conexões móveis (3G e 4G) subiram de 25% para 27%. Com relação a velocidades, em 2018, a pesquisa apontou que nas áreas rurais, faixas abaixo de 4 Mbps prevalecem — sendo 10% com 1 Mbps; 10% com 2 Mbps e 7% com de 3 a 4 Mbps —, enquanto que, nas áreas urbanas, 10% das conexões são 9 Mbps a 10 Mbps; 8% de 5 Mbps a 8 Mbps e 8% de 11 Mbps a 20 Mbps.  Entre os motivos alegados para não ter conexão à internet, 61% afirmaram achar muito caro o serviço, um porcentual maior que os 59% identificados em 2017. 

Em sua 14ª edição, a TIC Domicílios realizou entrevistas em mais de 23 mil domicílios em todo o território nacional, entre outubro de 2018 e março de 2019 com o objetivo de medir o uso e apropriação das tecnologias da informação e da comunicação nos domicílios, o acesso individual a computadores e à Internet, atividades desenvolvidas na rede, entre outros indicadores. 

Para acessar a TIC Domicílios 2018 na íntegra, assim como rever a série histórica, visite http://cetic.br/. Compare a evolução dos indicadores a partir da visualização de dados disponível em: http://data.cetic.br/cetic/explore?idPesquisa=TIC_DOM.


Carreira
Graduação em Ciências de Dados terá 2610 horas

Curso será ofertado pela Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV EMAp), no Rio de Janeiro. São 2610 horas de aulas. Inscrições vão até o dia 08 de outubro.

Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.

Anatel quer saber se há interesse em investir em satélites no Brasil

Consulta pública sobre o tema recebe contribuições até 7 de setembro. Ideia é saber se há empresas que queiram prover serviço ininterrupto de capacidade satelital por cinco anos a partir de 1 de janeiro de 2021.

Sem rede e velocidade de conexão, escola rural padece para acessar à Internet

Apenas 34% das escolas possuem ao menos um computador com acesso à internet e a velocidade de conexão é baixa para permitir uso pedagógico, na faixa de 2 Mbps, revela a pesquisa TIC Educação 2018, do CGI.br.

Anatel quer BNDES como agente financeiro para usar FUST na expansão da banda larga

Agência reguladora aprovou o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações, o PERT. De acordo com a Anatel, 3.542 dos 5.570 municípios do país não possuem acesso à rede de fibra óptica. Agência também diz que dos R$ 20 bilhões do FUST, apenas R$ 200 mil foram aplicados no setor.

Acesso à Internet reproduz desigualdade social e econômica no Brasil

Estudo do IPEA mostra que a falta de acesso à internet repete as mesmas adversidades e exclusões já verificadas na sociedade brasileira no que tange a analfabetos, menos escolarizados, negros, população indígena e desempregados.  Homens e mulheres têm comportamento semelhantes na Web.

Google Station é plataforma de monetização para Programa WiFi Livre SP

Empresa firmou parceria com América Net e Linktel, com patrocínio do Itaú, e já conta com 80 hotspots distribuídos na capital de São Paulo.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G