INTERNET

Latinos desconfiam de censura em dados sobre a Covid-19

Convergência Digital ... 01/06/2020 ... Convergência Digital

Quase metade dos brasileiros (47%) acredita que há censura ou controle da mídia e das redes sociais desde o início da crise da Covid-19. Colômbia e México, os outros países da América Latina pesquisados, registram os maiores percentuais (61% e 59%, respectivamente), seguidos pela Espanha, com 54%. Dos seis países pesquisados, Portugal (30%) é o único cuja população não aponta um controle governamental relevante sobre meios de comunicação.

Os dados fazem parte de um estudo sobre hábitos de consumo pós pandemia realizado pela agência de comunicação Marco, que ouviu 4,5 mil pessoas no Brasil, Espanha, Itália, Portugal, México e Colômbia. Segundo o estudo, 76% dos cidadãos que vivem nos países pesquisados mudaram definitivamente seus hábitos de consumo.

O Brasil se destaca como um dos mercados com maior número de consumidores (65%) que afirma ter feito mais compras online durante esse período. Essa tendência se repete na Espanha (60%) e nos outros países da América Latina (ao menos 65%), ficando abaixo da Itália (81%).

Segundo a pesquisa, 54% dos brasileiros acreditam que farão mais compras online mesmo com o eventual fim da pandemia de Covid-19. Essa tendência de alta também é perceptível no mercado latino (ao menos 51%), mas novamente tem destaque na Itália (82%).

Diz ainda o levantamento que 75% dos brasileiros escolheram a televisão como o principal meio para se manterem informados. Em seguida está a imprensa online, com 58%. Tanto a TV quanto os portais de notícias ocupam as duas primeiras posições em todos os países pesquisados. No Brasil completam o ranking Facebook (38%), WhatsApp (34%), rádio (17%), LinkedIn (5%) e jornais impressos (4%).

Também houve um grande crescimento em várias plataformas de streaming. As que tiveram maior aumento na utilização pelos brasileiros foram Netflix (73%), Amazon Prime (32%) e Globoplay (26%).


Revista Abranet 31 . maio-julho 2020
Veja a Revista Abranet nº 31
A pandemia da Covid-19 fez a rotina mudar num piscar de olhos. E coube à internet mostrar a sua força. O aumento significativo do tráfego de dados por conta do teletrabalho e do isolamento social foi uma realidade assustadora. Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Comércio pela internet dispara e movimenta 12% das vendas no Brasil

Segundo pesquisa da Camara-e.net e da Compre & Confie, vendas em junho foram 110% superiores há um ano. Alta no semestre beira os 60%. 

Slack acusa Microsoft de impor o Teams vinculado ao Office

OTT alega que a empresa norte-americana está vinculando o Teams ao Office para forçar a aceitação do produto, que disputa espaço com o Slack e com o Zoom nessa era de pandemia.

Justiça ordena Google a reativar sites da prefeitura de Poços de Caldas

Justiça exigiu ainda os e-mails aos quais os sites do Município excluídos no início de julho estavam vinculados, a data e hora da exclusão, bem como endereço IP de quem foi responsável pelo ato.

Fake News: Artigo 10 é ineficaz e traz impacto negativo para privacidade

No primeiro debate realizado na Câmara dos Deputados para discutir o PL 2630, aprovado no Senado, especialistas advertiram: remédio demais pode virar veneno.

Venda digital aumentou 800% no Burguer King com Covid-19

Empresa, com mais de 900 lojas no País, diz que, em 13 semanas, vivenciou uma mudança maior que em 15 anos de atuação. "O drive-thru responde por mais da metade das vendas", diz o CEO Iuri Miranda.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G