INCLUSÃO DIGITAL

Renegociação dobra fatia da Telebras em acordo com Viasat

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/02/2019 ... Convergência Digital

Pressionada pelo Tribunal de Contas da União, a Telebras conseguiu arrancar termos favoráveis na renegociação do contrato com a americana Viasat para uso do satélite nacional. No ajuste, a estatal deve ver a receita estimada mais do que dobrar com relação ao acordo original – os R$ 202,9 milhões previstos como fatia a ficar com a Telebras vão pular para mais de R$ 400 milhões.

Segundo pessoas muito próximas do acordo ouvidas pela Convergência Digital, as condições renegociadas refletem a preocupação da americana Viasat em superar o mais rapidamente possível a judicialização do contrato e avançar para as ofertas comerciais da banda larga via satélite.

O resultado da renegociação foi apresentado ao ministro Benjamin Zymler, que acompanha o assunto no TCU, pelo novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior e representantes da própria empresa americana. Aos colegas na Corte de Contas, Zymler indicou que trará rapidamente o caso de volta ao Plenário.

“Demos 90 dias para estabelecerem negociação no sentido de equiparar economicamente o contrato. E aparentemente isso tudo foi conseguido e em pouquíssimo tempo teremos a possibilidade de analisar essa proposta de contrato. Temos toda a pressa do mundo para permitir que o satélite possa ser eficaz e propiciar o acesso em banda larga às populações carentes”, afirmou Zymler.

Provocado pelas empresas de telecomunicações via satélite que já atuavam no Brasil, o TCU avaliou os acordos que envolvem o uso do satélite geoestacionário de defesa e comunicações pelo lado da política pública, com o programa Gesac, e pelo viés do contrato entre a Telebras e a Viasat. Prevaleceu o entendimento de que são legais, mas a Corte de Contas apontou para o que seria um desequilíbrio financeiro entre a estatal e a empresa americana.

“Temos que reconhecer que o negócio é muito melhor para a Viasat que para a Telebras. Então, algum tipo de equilíbrio deve ser buscado pela Telebras e esse é o sentido da proposta”, resumiu o relator quando acompanhado pelos demais em votação realizada no fim de outubro de 2018. A projeção apresentada então era de que a Telebras ficaria com R$ 202,9 milhões, enquanto a Viasat ficaria com R$ 310,8 milhões.
 


Provedores Internet superam teles e massificam banda larga fixa no País

Os PPPs encerraram 2019 com 9.881.911 de acessos, à frente da Claro com 9.578.629, da Vivo (7.024.007) e da Oi (5.255.766).

Saldo de R$ 1,2 bilhão vai para transmissores em cidades pequenas e banda larga na Amazônia

Divisão dos recursos já é considerada como questão pacificada entre  as operadoras móveis e as emissoras de TV. 

Mais da metade das mulheres no mundo está sem acesso à Internet

União Internacional de Telecomunicações adverte que o sexo feminino é o mais afetado pela desigualdade no acesso à banda larga, em especial, nos países em desenvolvimento.

Huawei: nação digital é o último estágio da transformação digital

Conceito ainda é muito novo, mas engloba o uso e a análise dos dados para retroalimentar produtos e processos, conta o diretor de Comunicação e Relações com o Governo da Huawei Brasil, Juelinton Silveira.

Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.

Domicílios com Internet chegam a 67% no Brasil, mas desigualdade permanece

TIC Domicílios 2018, do CGI.br, revela que as classes D e E elegeram o smartphone como o meio preferencial de acesso.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G