Clicky

INTERNET

Tim Berners Lee: “A Internet não foi criada para corrigir a humanidade"

Ana Paula Lobo* ... 15/01/2021 ... Convergência Digital

A Internet está completando 30 anos e para o cientista considerado como 'Pai da Internet', Tim Berners Lee, ainda há muito por fazer para que a rede mundial alcance o seu ideal: ser aberta para todos. Em entrevista à revista norte-americana TIME, Lee destaca que a Internet, hoje, retrata o que é a sociedade global, com suas mazelas e alegrias.

"Sabíamos que a Internet seria usada para o bem e para o mal, como todas as tecnologias poderosas. Tínhamos a esperança de ao tornar a humanidade mais conectada, poderíamos ter uma sociedade com menos conflitos. Não aconteceu", lamentou o especialista. Tim Berners Lee aprofunda sua análise e é taxativo: a Internet está longe de ser uma rede para todos.

"A Internet é dominada pelos homens brancos. Temos poucas mulheres e raças minoritárias, mas também vemos trabalhos em andamento para tornar a rede mais democrática e acessível. Temos muito por fazer pela frente e é muito importante escrevermos capítulos melhores nos próximos anos", pontuou.

Três décadas depois - e especialmente depois de 2020, onde a Internet foi o pilar da estrutura global de enfrentamento aos efeitos da pandemia da Covid-19 - é impossível não reconhecer que a rede mundial mudou radicalmente a forma de comunicar, de fazer negócios e de viver do ser humano. Mas o crescimento da Rede Mundial trouxe problemas impensáveis até então, entre eles, o poderio das gigantes da Internet como Facebook, Google, Amazon, Apple e o surgimento das Fake News, que mudaram o cenário político em diferentes países, entre eles, o próprio Brasil.

Indagado pela TIME sobre as sombras que pairam sobre a Rede, Tim Berners Lee salienta que muitas pessoas acham que a publicidade foi o pecado original da Internet, mas para ele, são os usuários que vão, sempre, decidir como querem lidar com a Internet.  Admite que, hoje, há uma grande pressão para mudar as redes sociais, mas insiste: somente os usuários têm o poder de reescrever o modelo. "A regulamentação é uma boa ação, como acontece agora com as regras para garantir a privacidade. Mas sempre será o usuário quem vai decidir como a Internet vai funcionar", sustenta.

Os próximos anos da Internet, adiciona Berners Lee, precisam ser vividos para se ter a certeza de que a rede mundial está servindo à humanidade. "Esse é o único rumo possível para o futuro da Internet. Temos que construir sistemas livres, abertos e que assegurem a democracia. A Internet tem de servir ao homem. Esse segue sendo o meu ideal e pelo qual vou lutar", completou.


Revista Abranet 33 . jan-mar 2021
Veja a Revista Abranet nº 33
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais impõe a contratação de um DPO (Data Protection Officer), profissional que tende a ficar cada vez mais requisitado e valorizado... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Ceará está proibido de impedir teles de bloquearem acesso à Internet ao fim da franquia de dados

Lei cearense foi considerada inconstitucional por decisão majoritária dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O STF diz que confere à União, a competência privativa de dispor sobre telecomunicações.

STF decide que direito ao esquecimento não se aplica no Brasil

Em caso com repercussão geral, Supremo também fixou tese de que o conceito é incompatível com a Constituição Federal. 

Justiça manda Facebook remover críticas ao uso de máscaras contra a Covid-19

Rede social deve tirar do ar vídeo que questiona a validade de um decreto municipal, em Santa Catarina, que obriga o uso de máscaras pela população para evitar a propagação do novo coronavírus. 

Google, sem retorno financeiro, diz adeus ao projeto de internet por balões

Em blog, a Alphabet, empresa-mãe da Google, anunciou o encerramento da divisão Loon, depois de nove anos de pesquisas. No Brasil, a iniciativa teve uma experiência - ruim - no Piauí.

STJ autoriza Telebras fazer manutenção de rede durante o dia

Foi derrubada decisão que impedia a estatal de fazer a manutenção durante o dia para evitar problemas técnicos durante o horário comercial. Para o STJ, restrição ao trabalho representa risco de grave lesão à ordem, à segurança e à economia.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G