Convergência Digital - Home

Startup nacional adapta robôs com IA para o combate ao coronavírus

Convergência Digital
Convergência Digital* - 14/04/2020

As mais recentes tecnologias de Big Data, Analytics, IA e Robótica têm sido fundamentais para o combate à Covid-19 em nível mundial, seja em espaços de grande circulação de pessoas como aeroportos, metrôs e centrais de trens, entre outros, como em hospitais, UTIs e unidades de isolamento de pacientes em monitoramento ou com resultado positivo para o vírus.

O Brasil também conta com tecnologias dotadas de Inteligência Artificial capazes de ajudar no controle e combate a doenças e no bem-estar dos pacientes. Segundo André Araújo, CEO da XRobô, primeira startup brasileira especializada em aplicações para robôs de atendimento, a tecnologia robótica está em constante evolução e configura-se quase que diariamente como importante aliada da área da saúde em tempos de coronavírus ou outras emergências e situações médicas.

“Há robôs que possuem telas, sensores, câmeras e bateria de alta capacidade. Se embarcados com aplicações especificamente customizadas para o setor de saúde, são capazes de monitorar pacientes 24 horas por dia, sete dias por semana, registrando atividades e a evolução dos doentes para ajudar médicos e equipes hospitalares a cumprir protocolos de forma rápida, prática e segura”, afirma o executivo.

De acordo com Araújo, inúmeros modelos robóticos e tecnologias disruptivas passarão a ser utilizados com maior frequência devido à urgência do momento. No caso dos robôs, há ainda uma gama de possibilidades que vai além, o que inclui desde a atuação de humanoides como agentes de disseminação de informação em salas de espera de consultórios, clínicas e hospitais ou como provedores de entretenimento e interação para pacientes em isolamento hospitalar – ajudando, inclusive, a amenizar os efeitos colaterais do confinamento, como ansiedade e depressão.

O diretor da XRobô informa que no Brasil já há robôs com aplicações customizadas em diferentes setores corporativos, como nas redes hoteleira e de varejo, mas em tais casos a interação ainda é circunscrita ao estabelecimento e ao ato de recepcionar o público e prestar informações ao cliente.

"A ampliação em nível mundial do uso de robôs na área médico-hospitalar, em especial – neste momento – para o combate à Covid-19 em procedimentos de higienização, limpeza e cuidados interativos com pacientes, trará maior profundidade à relação homem-máquina, trazendo o futuro para o presente e integrando a tecnologia, a transformação digital e a realidade robótica ao nosso cotidiano, com novos e excitantes benefícios à sociedade", completa o executivo.


Detran do Espírito Santo e Dataprev usam analytics para reduzir fraudes

Órgão público de trânsito automatizou diversos processos e reduziu fraude ao adotar reconhecimento de texto e Inteligência Artificial. A estatal de TI adotou a tecnologia no programa de Auxílio Emergencial, conta Luiz Malere, gerente de customer advisor e inovação do SAS.

Destaques
Destaques

Armazenamento por serviço: um mercado em alta com privacidade de dados

IDC prevê que, em 2023, o mundo terá 11,7 ZB de dados armazenados, em comparação aos 5,0 ZB, apurados em 2018.

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site