Clicky

TelComp: preservar a concorrência é obrigação do novo Marco de Telecom

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 24/09/2019 ... Convergência Digital

Passada a fase de aprovação do PLC 79 no Congresso Nacional, a discussão, agora, tem de centrar em como os investimentos prometidos serão feitos, afirma o presidente-executivo da TelComp, João Moura."Não haverá apoio a obrigação a investimentos ineficazes, mas não se pode ter investimentos que já seriam feitos pelas empresas na troca de obrigações e que acabem dando vantagens competitivas. Precisamos saber quanto e como serão feitos esses investimentos de forma transparente", declara o executivo em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital.

Buscar modelos diferentes de atuação, a partir da mudança legal que está por vir, é um dos temas do XII Seminário TelComp 2019, que acontecerá no dia 12 de novembro, em São Paulo. Para João Moura, o momento é o de inovar e de buscar opções para que novos atores entrem no ecossistema. " O compartilhamento dos bens que serão construídos é uma das medidas a serem discutidas, assim como a realização de leilões reversos”, sugere.

Para João Moura, é urgente que órgãos do governo se coordenem em prol de uma política para o desenvolvimento digital. "Não se pode perder tanto tempo como estamos perdendo. O que importa é a fibra funcionando bem para que novos negócios sejam gerados", preconiza.

A plataforma SNOA, sistema eletrônico de “compra” e “venda” de acesso a redes de telecomunicações, criada pela Anatel em 2013, poderia vir a ser um facilitador, mas ela teria de passar por uma reformulação. "A Agência terá de rever as questões de precificação, que simplesmente não estão funcionando", sintetiza o presidente-executivo da TelComp. Assistam a entrevista com João Moura, da TelComp.


Internet Móvel 3G 4G
Teles: restrição a fornecedores é um risco ao 5G e aos consumidores

Por meio de um comunicado da Conexis Brasil Digital, as teles advertem que está se criando um ambiente de incertezas com relação ao 5G; lembram que possuem 'grande experiência nos mais elevados e críticos quesitos de privacidade e segurança de rede; e ressaltam que é preciso transparência para atrair investimentos ao País.

Anatel encerra ciclo de TACs em acordo fraco com Algar

Depois de fracassar na troca de multas por investimentos com Oi, Vivo e Claro, agência contabilizou sucesso somente com a TIM e permitiu à Algar cortar mais da metade do acerto inicialmente firmado. 

Anatel renova faixa de 850 MHz para Vivo, mas nega pedido de redução de preço

Empresa renovou apelo ao regulador para que fosse aplicada a regra do preço público ou ônus de 2%, ambos abaixo do valor de mercado.

STF julga inconstitucionais leis de BA e RJ sobre créditos pré pagos e cobrança de serviços

Mais uma vez, Supremo ressaltou que, ainda que importantes ações em defesa dos consumidores, normas estaduais não podem invadir a competência privativa da União de legislar sobre telecomunicações. 

Portabilidade: Claro é a tele com mais adesões. Oi e TIM cedem assinantes

Oi, na fixa, e TIM, na móvel, foram as operadoras que mais cederam assinantes com a possibilidade de troca de empresa mantendo o mesmo número. Já a Claro foi a operadora que mais ganhou clientes nos 12 anos do serviço.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G