12/03/2021 às 10:00
Carreira


Governo abre curso online para programador com 6 mil vagas
Convergência Digital

Parceria entre os ministérios da Educação e da Economia oferece 6.069 vagas gratuitas para três cursos on-line na área de Tecnologias da Informação e Comunicação: programador de sistemas, programador web e programador de dispositivos móveis. Trata-se do projeto-piloto do programa Qualifica Mais-Emprega Mais, que promete aos estudantes que concluírem os cursos auxílio para ingresso no mercado de trabalho.

Cada um dos cursos terá duração de cerca de 200 horas. Neste primeiro momento, serão ofertados para jovens que tenham o ensino médio completo e residam em 11 regiões metropolitanas do país: Salvador, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis, Joinville, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Campinas.

A demanda por qualificação de TIC partiu de um levantamento realizado pelo Ministério da Economia com o setor produtivo, com o objetivo de buscar profissionais qualificados para ocupar postos de trabalho, visando à retomada da economia. Segundo o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, é extremamente importante essa dedicação do governo federal para identificar os entraves que o setor produtivo sofre para o fortalecimento da economia: "A revolução digital já é mais do que uma realidade no cotidiano dos brasileiros. Com o direcionamento correto e qualidade na capacitação, podemos diminuir tanto o desemprego quanto a lacuna de mão de obra qualificada no setor de TIC. Essa também é uma importante ação da retomada do Brasil na rota do crescimento”, analisou.

Esse alinhamento entre as demandas do setor produtivo e as instituições, que possuem expertise na oferta de cursos de TIC e de capacitação na modalidade de Educação a Distância (EaD) gera um impacto favorável, aumentando o potencial de empregabilidade daqueles que vão finalizar os cursos. “Essa é a primeira chamada do projeto Qualifica Mais que traz um grande diferencial para os profissionais que serão certificados ao final do curso, pois, por meio do mapeamento econômico, foi identificada a necessidade de mão de obra qualificada de profissionais nas áreas de formação ofertadas pelos cursos, aumentando assim as chances de inserção desses concluintes no mercado de trabalho”, explicou o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Wandemberg Venceslau.

As sete instituições ofertantes dos cursos foram selecionadas pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, utilizando critérios de experiência na oferta de cursos na área de TIC. “Esse planejamento para a abertura de vagas e oferta de qualificação profissional proposto, incluindo também conteúdos socioemocionais durante os cursos, buscam auxiliar os estudantes na entrada e permanência em empregos relacionados ao mercado de trabalho na área de TIC”, concluiu o secretário.

A seleção dos estudantes será realizada pela plataforma EduLivre, por meio do preenchimento de uma trilha educacional, onde os candidatos terão a oportunidade de conhecer o contexto do mercado de trabalho no qual pretendem se inserir. A trilha ficará aberta até 11 de abril e contará com informações sobre os cursos e postos de trabalho a eles relacionados, além de apresentar aos candidatos alguns exercícios sobre o conteúdo apresentado.

A partir de 12 de abril, os participantes selecionados receberão e-mail de confirmação de matrícula, enviado diretamente pela instituição ofertante da vaga. O início das aulas está previsto para 10 de maio.


Powered by Publique!