Home - Convergência Digital

Cursos de IoT e de computação em nuvem chegam à HSM University Code School

Convergência Digital* - 10/08/2020

A HSM University Code School, que tem como objetivo formar profissionais para o mercado de tecnologia, fechou acordo com  a Cisco e a Amazon Web Services. A partir de julho, serão disponibilizados dois novos cursos sobre Internet das Coisas e Computação em nuvem, respectivamente.

"Essas são formas de oferecer aos nossos alunos conteúdos cada vez mais inovadores, atualizados e que contribuem para o desenvolvimento dos estudantes, com informações robustas e importantes para seus mercados de atuação. Além disso, eles contarão com professores qualificados e laboratórios práticos, onde os alunos podem testar na prática o que aprenderam em teoria", explica João Diogo, gestor da HSM University Code School.

Cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, o IoT ou Internet das Coisas tem possibilitado uma grande quantidade de novas aplicações, tanto no ambiente residencial, como no corporativo, atuando em diferentes vertentes como, por exemplo, em cidades inteligentes, saúde e automação de ambientes. Pensando nisso, as companhias passam a oferecer o curso Cisco IoT, no qual os alunos poderão entender o teórico, assim como as funções dos elementos que formam uma arquitetura de IoT, seus conceitos e dispositivos, e aplicar este conhecimento por meio do desenvolvimento, execução e implementação de projetos utilizando as principais ferramentas disponíveis.

Com duração de quatro semanas, além das aulas online com professor especializados e material do Cisco Networking Academy, programa global de educação da empresa, os alunos terão aulas práticas em laboratório, por meio do simulador Cisco Packet Tracer, o programa educacional permite simular uma rede de computadores, por meio de equipamentos e configurações presentes em situações reais. No final, o aluno recebe um certificado.

Amazon Web Services - AWS Academy

A computação em nuvem trouxe novas possibilidades para as empresas, como otimização de recursos, melhoria de desempenho, redução de custos e facilidade de gerenciamento. Os profissionais que possuem qualificação em serviços na nuvem têm se destacado e se tornando essenciais no desenvolvimento das empresas, ajudando-as a enfrentar os desafios e fornecendo as soluções que o novo cenário exige.

Durante nove semanas, os estudantes aprenderão com os educadores credenciados da AWS Academy conceitos fundamentais sobre a tecnologia e a infraestrutura na nuvem. O curso da AWS Academy é desenvolvido e mantido por especialistas da AWS nos temas abordados, garantindo que o conteúdo esteja alinhado aos serviços e atualizado às melhores práticas adotadas pela empresa.

O curso também contará com laboratórios práticos, proporcionando um dashboard real do ambiente AWS para que os estudantes possam aplicar seus conhecimentos em um cenário real de computação em nuvem. Ao final do curso, os alunos estarão preparados para realizar o exame AWS Certified Cloud Practitioner.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

07/10/2020
USP abre vagas para mestrado em Ciências de Computação

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

24/08/2020
Contratações de pessoal cresceram 34% em julho

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Segundo o Dieese, 8,4 milhões de brasileiros trabalham de casa por conta da pandemia de Covid-19. Proporção chega a 22% dos trabalhadores em Brasília, mas não passa de 3% no Pará. 

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site