Clicky

Sem fibra, Oi põe em risco opção de migrar a concessão de telefonia

Luís Osvaldo Grossmann ... 13/04/2021 ... Convergência Digital

A Oi detalhou nesta terça-feira, 13/4, a negociação com o BTG Pactual para a venda da unidade de fibras ópticas, batizada InfraCo. Como anunciado na véspera, o acordo envolve o pagamento de R$ 12,9 bilhões e a incorporação da Globenet, empresa de cabos submarinos que a Oi já vendera ao BTG. A apresentação, focada em analistas financeiros, evitou os potenciais questionamentos regulatórios. 

O fatiamento da Oi – que já vendeu torres, data centers, ativos no exterior e especialmente a operação móvel, antes de chegar nas fibras – traz duas consequências que precisarão ser analisadas pela Anatel. A primeira é o fato de restar para a “Nova” Oi apenas o legado dos serviços de telecomunicações, que é a telefonia fixa. Além disso, ao ficar apenas com a rede de cobre, a Oi pode estar inviabilizando os planos de aderir à migração dos contratos de concessão para autorização.

São consequências não triviais que terão impacto na análise da anuência ao negócio anunciado pela Oi. Por enquanto, essa Nova Oi também inclui serviços de TV por assinatura, mas a intenção é vender isso também. A própria Oi costuma repetir que a concessão não é sustentável isoladamente. 

“Os valores de investimento previstos [na concessão] para os próximos quatro anos, que são perdas próximas de R$ 10 bilhões. Apesar da evolução do novo marco regulatório, ainda existem muitas coisas para fazer e aguardamos a solução para a insustentabilidade da concessão”, afirmou o presidente da Oi, Rodrigo Abreu, há poucos meses, ao defender o fim da concessão. 

Se é duvidoso que a Anatel vai topar o desenho que resulta em uma concessão fragilizada, muito mais difícil será a Oi conseguir dar o passo seguinte, reafirmado nesta terça: “A estrutura preserva totalmente a estratégia de migração do STFC do regime público para regime privado, não tem nenhum conflito e podemos continuar com a migração”, disse Abreu.

Essa leitura, porém, enfrenta discordância dentro da agência reguladora, conforme apurou esta Convergência Digital. É que o modelo proposto para a migração das concessões em autorizações prevê, obrigatoriamente, que sejam assumidos compromissos de ampliação de infraestrutura, sendo que eles envolvem necessariamente redes de fibra óptica. Sem as fibras, a mecânica da adaptação dos contratos fica esvaziada. 


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Minicom prorroga consulta sobre mudanças na Lei da TV paga

Prazo para contribuições, que terminaria em 25/6, foi esticado até 4 de julho. Sugestões vão subsidiar grupo de trabalho que estuda proposta de alteração nas regras da TV por assinatura.

À espera da venda para TIM, Claro e Vivo, Oi Móvel emite R$ 2 bilhões em debêntures

Em fato relevante, a operadora informou que as debêntures serão subscritas e integralizadas por fundo de investimento gerido por subsidiária do Banco BTG Pactual S.A. Operação segue em análise no CADE e na Anatel.

Red Hat: para ser cloud nativa, uma tele precisa mais do que transformação digital, precisa de nova cultura

Mudar a mentalidade é essencial para que uma operadora de telecomunicações transforme seus negócios e suas redes, afirma Livio Tulio Silva, da Red Hat.

Cade aprova venda do controle da empresa de fibra da TIM para IHS

Operadora vai receber R$ 1 bilhão e pretende usar o dinheiro para pagar a fatia com a qual vai ficar a partir da compra da Oi Móvel.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G