Home - Convergência Digital

Covid-19: Brasil sabe fazer software para 'jogar o jogo' global do digital

Ana Paula Lobo e Luís Osvaldo Grossmann - 08/06/2020

Não faltam projeções sobre o tamanho da demanda brasileira para profissionais de tecnologia. Como apontou o professor, cientista e empreendedor ,Sílvio Meira, ao participar do CD Em Pauta, só no Porto Digital há, neste momento, 80 vagas para engenheiro de software de crise política, econômica e sanitária. Segundo ele, quando o ambiente favorece que a carreira em software entre no imaginário, a resposta acontece. 

“À medida que mais empresas brasileiras olham para o mundo, vai demandar mais competências e mais gente competente. E isso leva a uma exigência ao setor educacional de formar mais gente. Nos últimos 20 anos no Recife, a carreira do profissional digital se tornou tão imersa na sociedade, por tudo que aconteceu no Porto Digital, que hoje é indistinguível do ponto de vista de nota mediana para ingresso de entrada na universidade dos alunos de informática e dos alunos dos principais curso. Entrar em informática é tão competitivo quanto os melhores cursos. Então aqui já existe um imaginário, a ideia de que há uma possibilidade gigantesca de carreira em informática”, contou.

"Tem escolas técnicas que preparam escrever código no ensino médio. Mas essa é uma construção de décadas. Precisa de estratégia, tempo e paciência. Poderia ser acelerado criando mais incentivos, políticas públicas, criando o desafio de empresas brasileiras globalmente competitivas de software, de digital, de sistemas de informação, de games, de animação, de visualização, de analytics, de big data, de nuvem. O universo para a gente competir é imenso. Ninguém da conta desse universo inteiro, uma única empresa digital. E é ótimo que seja assim. Significa que cada um de nós, no seu lugar e a partir dele, pode ser globalmente competitivo.”

Replicável, a boa experiência combina conhecimento e empreendedorismo. “Precisa de capacidade empreendedora, que a gente pode construir; inglês, que a gente pode aprender; codificação, que a gente aprende também. E para os estudos de design, e diria a mesma coisa pros de software, obviamente design. A gente precisa criar o imaginário. As pessoas descobrirem que tem carreiras de longo prazo, de décadas”, disse. “O mundo está escrito em software. Daqui para frente vamos ter cada vez mais bits junto de átomos. Tudo é software, ad infinitum.” Assistam a participação de Silvio Meira sobre capacitação e software.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/09/2020
RPA movimenta R$ 10 bilhões e cresce a taxas de dois dígitos

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

16/09/2020
Software brasileiro cresce 10%, puxado por nuvem e internet das coisas

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

24/08/2020
Contratações de pessoal cresceram 34% em julho

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site