TELECOM

Juiz manda CVM investigar compra e venda de ações da Oi

Convergência Digital* ... 10/09/2019 ... Convergência Digital

Uma reportagem do jornal Valor Econômico desta terça-feira, 10/09, revela que o juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, seguindo parecer do Ministério Público do estado, autorizou investigação sobre o aumento nos volumes de compra e venda de ações da Oi nas últimas semanas.

Ele determinou à Comissão de Valores Mobiliários reunir informações detalhadas sobre os negócios em day trade feitos na recente queda e alta do preço das ações da companhia, e em períodos anteriores. O material, segundo a reportagem, deverá ser entregue “diretamente ao Gabinete deste Juízo de forma sigilosa”.

O juiz Fernando Viana questiona, além do volume financeiro recente das negociações, o fato de diferentes informações sobre a empresa terem vazado na imprensa. “Tais fatos impactam diretamente na cotação das ações da Companhia no mercado de valores mobiliários, que pode ter sido manipulado para gerar ganhos ilícitos”, afirma Viana.

A investigação é justificada com base no interesse social da recuperação judicial da Oi. “É preciso que se tenha conhecimento de toda e qualquer forma de capitação especulativa que gire em torno das recuperandas", adiciona Fernando Viana.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel vai licitar posições de satélite, mas muda termos para atender Claro e Hispamar

Proposta de leilão de 15 posições orbitais entrará em consulta pública por 20 dias. Mas como aumentou o prazo das atuais licenças dessas empresas, foi preciso alterar o edital. 

Orquestração de rede 5G é prioridade da Ciena

Fabricante descarta uma produção local no curto prazo, mas se surgirem oportunidades, a avaliação será feita, conta o gerente geral da Ciena no Brasil, Fernando Capella.

American Tower: "Seguimos olhando todo ativo compartilhável"

O CEO da companhia, Flavio Cardoso, diz que o investimento redundante em fibra óptica por conta do 5G não é eficiente e que é preciso pensar na economia comparitlhada. "Nós queremos ser os gestores desses ativos para evitar conflitos como o do uso dos postes nas grandes cidades."

Vivo investe em franquia para expandir rede de fibra ótica no Brasil

A estratégia envolve uma parceria com a gestora de infraestrutura American Tower e também um modelo de franquias sob a marca Terra, voltado para empresas de Internet. Vivo quer somar 1 milhão de domicílios cobertos com fibra pelos franqueados até 2021.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G