Home - Convergência Digital

Claro, Ericsson e Qualcomm fazem teste de compartilhamento dinâmico de espectro 5G na AL

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/02/2020

Claro, Ericsson e Qualcomm  informam, nesta segunda-feira, 17/02, a realização da primeira conexão de dados 5G NR por meio do compartilhamento dinâmico de espectro (DSS) com a tecnologia 4.5G na América Latina, em uma banda baixa 3GPP Frequency Division Duplex (FDD) – usando  o espectro da Claro, na sede da operadora, em São Paulo. A transação de dados foi realizada com o uso da solução Ericsson Spectrum Sharing (ESS) e um protótipo de smartphone 5G, ambos equipados com o Qualcomm® Snapdragon™ X55 5G Modem-RF System.

"O bem-sucedido teste mostar que as tecnologias convivem de forma harmoniosa, possibilitando uma conexão estável em alta velocidade, o que trará uma nova experiência para nossos clientes no futuro. O compartilhamento de espectro existente permitirá à Claro implementar o 5G de forma ágil e dinâmica, conforme a penetração de smartphones 5G cresça; e ao mesmo tempo, permitirá que a operadora racionalize seus investimentos, otimizando sua rede para cobertura e performance em todas as tecnologias”, diz André Sarcinelli, Diretor de Engenharia da Claro.

Para viabilizar o teste, foi utilizado o Ericsson Spectrum Sharing (ESS) – parte do Ericsson Radio System –, que é uma solução completa de algoritmos de alocação entre tecnologias mais inteligentes, baseada no padrão 3GPP, através do compartilhamento dinâmico de espectro.

O ESS permite a implantação de ambas as redes, 4.5G e 5G, na mesma banda por meio de uma atualização de software e aloca, dinamicamente, o espectro com base na demanda dos usuários. A troca entre portadoras 4.5G e 5G ocorre em milissegundos, aumentando eficiência de uso de espectro e possibilitando a melhor experiência ao usuário.

Um protótipo de dispositivo móvel 5G da Qualcomm Technologies, equipado com o sistema Snapdragon™ X55 5G Modem-RF, foi utilizado para validar a solução. O sistema Snapdragon ™ X55 5G modem-RF é uma solução modem-antena, projetado para permitir o desenvolvimento de dispositivos multimodo 5G, para uma nova era de experiências conectadas.

Ele suporta praticamente qualquer combinação de bandas e/ ou modos de espectro: 5G mmWave e sub-6 GHz, modos standalone (SA) e non-standalone (NSA), TDD e FDD, compartilhamento de espectro, modos LTE e legados (3G, 2G). A utilização da tecnologia 5G no espectro de bandas baixa ou média, historicamente reservadas para 4G, complementará a estratégia principal da Claro de oferecer um serviço diferenciado aos seus clientes.
 
“Essa inovação permite que prestadores de serviços como a Claro iniciem rapidamenta a oferta de serviços 5G em uma ampla área e expandam sucessivamente a cobertura 5G, levando em consideração as caracteristicas e a arquitetura da rede existente e aproveitando os investimentos anteriores em espectro”, afirma Rodrigo Oliveira, Vice Presidente de Negócios da Ericsson.

“A cobertura é o próximo killer app para o 5G, e parabenizamos a Claro e a Ericsson por esse marco significativo para o Brasil e a América Latina. O compartilhamento dinâmico de espectro trará benefícios importantes para operadoras e consumidores em todo o mundo, ajudando a fornecer serviços 5G amplamente aos consumidores”, acrescenta Fiore Mangone, Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Qualcomm.

*Com informações da Claro Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/05/2020
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

27/05/2020
Coronavírus atrasa entrega de telefones 5G e impacta venda global de celulares

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

08/05/2020
Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

08/05/2020
Interferência nas parabólicas pode reduzir espectro para 5G

06/05/2020
Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site